Em crise, o Athletico completou dez jogos sem vitória neste domingo (1), na rodada que marcou o fim do primeiro turno do Brasileirão. Na Ilha do Retiro, em Recife, o Furacão foi derrotado por 1 a 0 pelo Sport, com gol solitário do curitibano Thiago Neves.

A sequência negativa mantém o time paranaense na 19º colocação do Brasileirão, com apenas 16 pontos. O Leão, por outro lado, subiu para 24 pontos, em oitavo lugar na tabela de classificação.

>> Veja como foi o jogo entre Sport e Athletico

A última vez que Athletico ficou mais de nove jogos seguidos sem vencer na temporada foi em 2011, ano do rebaixamento à Série B. Na época, o Rubro-Negro acumulou uma sequência de 12 jogos de jejum, somando Brasileirão e Copa do Brasil. Desta vez, são sete duelos pelo Nacional, dois pela Libertadores e um pela Copa do Brasil.

>> Tabela e classificação do Brasileirão

O próximo compromisso do Athletico pela Série A é no próximo sábado (7), contra o Fortaleza, na Arena da Baixada. Antes, no entanto, a equipe tenta mudar o foco para o principal mata-mata nacional.

A segunda perna do confronto das oitavas de final, diante do Flamengo, acontece na quarta-feira (4), às 21h30, no Maracanã. Como perdeu por 1 a 0 na ida, o time paranaense precisa vencer por dois gols para se classificar no tempo regulamentar. Se devolver a vantagem, o jogo vai para os pênaltis.

O jogo

Em jogo bastante morno, o lance mais importante do primeiro tempo aconteceu aos 43 minutos. Reinaldo fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e cruzou. A bola desviou na zaga, o goleiro Luan Polli espalmou e Renato Kayzer mandou para o gol.

A jogada, contudo, foi anulada por impedimento – e decisão confirmada após longa revisão do VAR.

Foto: Divulgação/Athletico.

A parada representou a pouca movimentação das duas equipes em campo. O Athletico até tentou a iniciativa e teve mais posse de bola (59%), mas pouco assustou o goleiro Luan Polli. A melhor chance foi em cabeçada de Nikão, afastada pelo zagueiro Adryelson.

Kayzer também tentou em chute de longa distância, mesma alternativa encontrada pelo Sport, normalmente com Thiago Neves. Sempre sem direção, porém.

Com a entrada de Jonathan Gomez e Micael no intervalo, os donos da casa melhoraram na etapa e inverteram o domínio. O gol veio aos 7 minutos, com Thiago Neves, que recebeu de Patric na área após contra-ataque e bateu forte.

>> Blog do Cristian: Mais um choque de realidade para o Furacão

Apesar da posição incômoda na tabela, o Furacão não foi capaz de reagir. E quase tomou mais um. O goleiro Santos fez grande defesa aos 30’, quando Gomez finalizou de cabeça após escanteio. O argentino, aliás, já tinha perdido chance aos 16’.

De cabeça, após escanteio, o volante Wellington teve a única oportunidade de empate atleticano, já nos acréscimos. No último minuto, o lateral Patric agrediu o atacante Renato Kayzer e acabou expulso de campo.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
19ª rodada
01/11/2020
SPORT 1 x 0 ATHLETICO

Sport
Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Raul Prata; Marcão, Ricardinho (Jonathan Gomez), Lucas Mugni (Márcio Araújo) e Thiago Neves (Luciano Juba); Marquinhos (Mikael) (Chico) e Leandro Barcia. Técnico: Jair Ventura.

Athletico
Santos; Erick; Aguilar, Zé Ivaldo e Márcio Azevedo (João Victor); Richard (Wellington), Christian (Khellven) e Léo Cittadini (Walter); Nikão, Reinaldo (Carlos Eduardo) e Renato Kayzer. Técnico: Paulo Autuori.

Local: Ilha do Retiro.
Gols: Thiago Neves (7/1º).
Amarelos: Leandro Barcia e Iago Maidana (SPO) e Erick (CAP).
Vermelho: Patric (SPO)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO).
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO).
VAR: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO).

+ Mais do Furacão:

+ Globo acusa Athletico de má-fé por transmissão de jogo
+ No pior dos cenários, dupla Atletiba pode se reencontrar na Série B após 26 anos


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?