Em meio a um impasse na renovação de contrato com o Athletico e na mira de Palmeiras e Corinthians, o atacante Rony passou a treinar com o elenco de aspirantes que disputa o Paranaense. No entanto, ainda não foi definido se o atleta entrará em campo no Estadual ou ficará apenas treinando sob o comando do técnico Eduardo Barros.

Um dos principais destaques do Furacão em 2019, quando a equipe conquistou a Copa do Brasil, o velocista de 24 anos tem contrato com o Furacão até julho de 2021. Desde o fim do ano passado o clube tenta renovar o vínculo do atleta, mas sem sucesso até o momento.

+ Confira a tabela e a classificação do Campeonato Paranaense!

Enquanto isso, Palmeiras e Corinthians têm interesse em contar com o atleta, com o time alviverde aparecendo com mais força no atual cenário. O valor da multa de Rony é de 12 milhões de euros (cerca de R$ 55 milhões). O Athletico possui 50% dos direitos econômicos do atleta. O próprio Rony detém os outros 50%.

O jogador chegou ao Athletico em julho de 2018, mas foi liberado para jogar somente três meses depois, por causa de uma ação judicial envolvendo seu ex-clube, o japonês Albirex Niigata. O time asiático cobra atualmente 10 milhões de dólares do atacante e do Furacão, alegando quebra de contrato. Segundo o advogado do Albirex, quem contratar Rony não assume riscos com o clube japonês.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico vence o União Beltrão na largada do Campeonato Paranaense
+ Veja os gols da partida entre União Beltrão e Athletico
+ Cristian Toledo analisa a vitória do Athletico sobre o União Beltrão