O atacante Marcelo Cirino está em negociação avançada e deve deixar o Athletico e se transferir para o futebol chinês. O destino do jogador é o Chongqing Lifan, da China. A informação foi inicialmente divulgada pelo portal Trétis e confirmada pela Tribuna do Paraná.

A reportagem apurou que o vínculo do atleta será de três anos e, apesar da cautela entre os envolvidos, as tratativas estão fechadas. Cirino desembarcará no país asiático em janeiro de 2020, após o período de férias desta temporada. “Ainda não acertou tudo”, resumiu o empresário do jogador, Pablo Miranda.

O Furacão não terá recompensa financeira pela transferência do atacante. O vínculo do jogador com o time rubro-negro é até o final deste ano e o próprio atacante já havia dito que não tinha a intenção de renovar e que buscaria outro clube para a próxima temporada.

Em 2019, o atleta é o atual vice-artilheiro atleticano, com dez gols, atrás apenas de Marco Ruben, com 12. No entanto, ele é o artilheiro do time na Série A, com nove gols em 28 jogos.

Mas foi na decisão da Copa do Brasil, no jogo da volta contra o Internacional, no Beira-Rio, que Marcelo Cirino se eternizou na memória da torcida. No fim da partida, ele deu um belo drible por baixo das pernas de Edenilson, cortou mais um adversário e rolou para Rony marcar o segundo gol e garantir a conquista inédita.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Após altos e baixos, o atacante sairá como ídolo de boa parte da torcida do Athletico. Em sua segunda passagem, o atleta conquistou os títulos inéditos da Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e da Levain Cup.

+ Mais do Furacão:

+ Bruno Guimarães está nos últimos ajustes pra ir pro Atlético de Madrid
+ Polivalente, Thonny Anderson vira coringa no Athletico