O técnico Dorival Junior aprovou a atuação do Athletico na vitória por 2×1 sobre o Goiás, nessa quarta-feira (12), na Arena da Baixada. O treinador acredita que o triunfo, o segundo do time no Brasileirão, poderia até ter acontecido com uma vantagem mais confortável.

“Tivemos a posse de bola com criação, o domínio da partida. O time teve paciência em rodar a bola, trocar passes. Poderíamos ter tido uma sorte maior pelo volume que nós apresentamos. Enfrentamos um adversário qualificado e conquistamos uma grande vitória”, disse o treinador, que citou uma desconcentração do time no início da etapa final.

O Furacão abriu o placar com Vitinho, aos 32 minutos do primeiro tempo, mas viu o Goiás empatar, em pênalti assinalado com auxílio do VAR, aos 57 – o jogo ficou paralisado por seis minutos para atendimento ao meia Fernando Canesin.

Mas mesmo com um início claudicante na segunda etapa, o Rubro-Negro nunca desistiu de chegar à vitória. O gol veio com Carlos Eduardo, após passe acrobático de Vitinho.

“A ambição de buscar o gol fez a diferença. Tínhamos isso e fomos até o último momento lutando pelo gol. É natural que quando você se expõe mais, acabe proporcionando ao adversário o contra-ataque. Mesmo assim, acho que fomos equilibrados. As oportunidades do Goiás foram bem neutralizadas. Foi por essa insistência, com organização, que conseguimos este resultado”, afirmou Dorival.

+ Mais do Furacão:

+ Cristian Toledo: Athletico vence com show de Vitinho e lei do ex
+ Athletico ganha decisão na Justiça e transmite jogo com o Goiás
+ Globo ganha liminar na Justiça e impede Turner de transmitir jogos


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?