Apesar de abolido pelo Athletico há dois meses, o projeto de ‘torcida humana’, que previa apenas torcedores rubro-negros na Arena da Baixada, continua dando o que falar. O Fluminense, adversário do Furacão na quinta-feira da semana que vem (17), já decidiu que não cederá espaço para a torcida visitante no Maracanã. Mas o Corinthians, rival do jogo das 19h15 desta quinta (10), no Itaquerão, tomou uma decisão diferente.

+ Acompanhe aqui AO VIVO tudo de Corinthians x Athletico

A posição do time paulista foi de não adotar a chamada reciprocidade, que ainda vem acontecendo na maioria das partidas do Athletico fora de Curitiba. No último sábado (5), foi assim na partida contra o Bahia, em Salvador. Mas é certo que o impacto de uma decisão semelhante seria maior em Itaquera, pois em São Paulo há uma legião maior de atleticanos que podem ir à partida – tanto saindo de Curitiba quanto os que moram por lá.

+ Leia mais: Ingressos para Athletico e Flamengo já estão à venda

Para o Corinthians, o torcedor não pode pagar pela atitude de quem decidiu – no caso, o Ministério Público do Paraná e a diretoria do Athletico. Por isso, manteve o espaço para os rubro-negros mesmo sem o setor separado na partida do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Naquela oportunidade, houve um acordo informal entre as torcidas organizadas, com a maior parte dos corintianos indo para a área historicamente destinada aos visitantes. Os atleticanos que forem ao Itaquerão, terão que pagar R$ 54 pelo ingresso.

+ Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

No Rio, entretanto, não haverá essa possibilidade. A diretoria do Fluminense emitiu inclusive nota oficial sobre o assunto. “Em reciprocidade ao jogo do primeiro turno, na Arena da Baixada, não haverá comercialização de ingressos para a torcida do Athletico Paranaense”, informava o texto. Já na partida deste sábado (12), contra o Bahia, o time carioca cederá espaço para os torcedores adversários.