O técnico do Athletico, Eduardo Barros, deve repetir, contra o Jorge Wilstermann, nesta terça-feira (29), às 21h30, a mesma formação que derrotou o Bahia por 1×0, no último sábado (26), pelo Campeonato Brasileiro.

Sem nenhum jogador suspenso ou alguma lesão de última hora, o treinador manterá a base das últimas partidas. No triunfo por 2×0 sobre o Colo-Colo, do Chile, a escalação foi praticamente a mesma. A única diferença era na lateral-esquerda, com Márcio Azevedo, que saiu no intervalo daquele confronto machucado.

Já o meia-atacante Nikão segue de fora. O camisa 11 do Furacão se machucou no Atletiba, no dia 12 de setembro, e ainda não tem condições de atuar.

Desta forma, o Rubro-Negro deve ir a campo com: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Pedro Henrique e Abner; Wellington, Erick, Christian e Léo Cittadini; Pedrinho e Fabinho.

Além dos lesionados, os atacantes Walter, se recuperando do coronavírus, e Renato Kayzer, que não está inscrito na competição, também estão fora.

+ Confira a classificação completa da Libertadores!

Se vencer os bolivianos, o Athletico garante a classificação para as oitavas de final da Libertadores com uma rodada de antecedência. Até mesmo o empate pode dar a vaga, desde que o Peñarol vença o Colo-Colo. Se ganhar e os chilenos no máximo empatarem, o Furacão também já garante o primeiro lugar.

+ Mais do Furacão:

+ Petraglia dispara contra o Flamengo: “Habituados com desigualdade”
+ Athletico briga pra ser primeiro da Libertadores: “Fundamental”
+ “Me cobro muito”, diz Santos, fundamental no Athletico


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?