O Athletico ainda não repetiu o time neste Campeonato Brasileiro e já utilizou 31 jogadores no total. A inconstância no time titular tem custado ao Furacão boas apresentações e uma regularidade, tanto no setor ofensivo como defensivo, já que a equipe segue em crise e completou sete jogos sem vitórias.

O ataque foi o setor com mais mudanças, dez no total. Foram testados como Carlos Eduardo, Nikão, Vitinho, Pedrinho, Vinicius Mingotti, Geuvânio, Walter, Bissoli, Jajá e Fabinho. As mudanças fazem o time estar entre os três piores ataques do Brasileirão, com apenas sete gols marcados.

A zaga também ainda não tem uma dupla titular. Thiago Heleno, titular absoluto no time, sofreu uma lesão e ficou de fora de quatro partidas. A ausência do General deu oportunidade para Pedro Henrique e Felipe Aguilar, mas eles também não corresponderam.

A falta de entrosamento no setor já rendeu dez gols sofridos. Por outro lado, o Santos é quem mais apareceu nas escalações. O camisa 1 só não atuou nos nove jogos porque ficou de fora da estreia, diante do Fortaleza, em que o clube poupou vários titulares.

+ Veja a tabela completa do Brasileirão!

No empate com o Botafogo por 1×1, o estreante Ravanelli foi o autor do gol atleticano. Ele comentou sobre a disputa interna dentro do elenco.

“Acho que a briga dentro do elenco é sadia. Todo mundo quer jogar. E todos trabalhando da mesma forma e na mesma intensidade, vamos poder ajudar o Athletico da melhor maneira possível”, disse o meia.

Em busca do time ideal e da recuperação no Brasileirão, o Furacão encara o Coritiba. O clássico está marcado para sábado (12), às 16h30, na Arena da Baixada, pela 10ª rodada.

Confira todos os jogadores já utilizados pelo Athletico no Brasileirão:

Goleiros: Santos e Jandrei
Laterais-direitos: Khellven e Jonathan
Zagueiros: Thiago Heleno, Lucas Halter, Pedro Henrique, Felipe Aguilar e Zé Ivaldo
Laterais-esquerdos: Márcio Azevedo e Abner
Volantes: Wellington, Richard, Kawan, Christian, Lucho González e Jaime Alvarado
Meias: Léo Cittadini, Fernando Canesin, Marquinhos Gabriel, Nikão e Ravanelli
Atacantes: Guilherme Bissoli, Pedrinho, Vitinho, Jajá, Carlos Eduardo, Vinicius Mingotti, Walter, Geuvânio e Fabinho

+ Mais do Furacão:

+ Athletico iguala sequência negativa de 2018, mas Eduardo Barros confia em reação
+ Athletico rescinde contrato de Marquinhos Gabriel
+ Como ficam as transmissões dos jogos do Athletico na Libertadores?


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?