A chegada de Thiago Neves acirrou a disputa por uma vaga no meio de campo do Cruzeiro. A tendência é que o meia e Arrascaeta dividam a responsabilidade de criar as jogadas da equipe, mas o elenco ainda conta com nomes como Robinho, Alisson, Elber, Marcos Vinícius e Rafinha para a posição. Por isso, o uruguaio prevê uma “briga boa” pela titularidade neste ano.

“É uma briga boa que teremos neste ano, com jogadores de muita qualidade do meio para frente. Será um problema bom para o treinador e bom para nós, porque teremos que nos superar. Chegaram jogadores de muita qualidade. Thiago Neves, por exemplo, todos sabem da sua capacidade técnica e o jogador que é. Todos os times estão contratando e será uma briga difícil durante todo o ano”, declarou Arrascaeta nesta terça-feira.

Apesar de ter sido um dos destaques do clube no ano passado, o uruguaio não acredita que larga na frente na briga por uma vaga. Pelo contrário, o jogador fez questão de elogiar o elenco cruzeirense e seus concorrentes na disputa pela titularidade.

“Todos começam do zero, precisam estar preparados e serão muito importantes durante todo o ano. A pré-temporada é fundamental para todos iniciarem o ano da melhor maneira possível. Agora, já sabemos como o Mano trabalha e isso ajuda muito o time. Espero que no começo do ano o time já esteja encaixado para manter um bom nível a temporada toda”, avaliou.

Arrascaeta ainda garantiu estar finalmente adaptado ao futebol brasileiro, após um início irregular quando chegou ao Cruzeiro em 2015. “Quando se chega a um time grande como o Cruzeiro, tem muita coisa para evoluir. Vim do Uruguai, de um time que não tem uma estrutura como a daqui. A tendência é sempre melhorar e crescer como jogador e como pessoa. Pessoalmente, tem sido muito bom. Espero poder coroar este ano com títulos.”