Dos males, o menor. Submetido a exame nesta sexta-feira, Alan Kardec teve descartada qualquer lesão no tornozelo direito, após a entrada que levou do goleiro Armani na última quarta, em jogo contra o Atlético Nacional na Colômbia. Uma possível contusão era o principal temor da comissão técnica do São Paulo quando o atacante deixou o campo do Estádio Atanasio Girardot – ele chegou ao Brasil de muletas.

O atacante agora será submetido a tratamento intensivo para ficar disponível para a partida de volta da semifinal da Copa Sul-Americana, na próxima quarta-feira, contra o Atlético Nacional, no Morumbi. Mas a comissão técnica não sabe se ele conseguirá recuperar a tempo. Caso não tenha condições, Alexandre Pato ficará com a vaga no ataque.

Alan Kardec já não poderia jogar neste domingo contra o Santos, pelo Brasileirão, por causa de suspensão. Desde que chegou ao São Paulo, em abril, ele assumiu o posto de titular e viu Alexandre Pato e Luis Fabiano se revezarem como seus companheiros de ataque. Nem mesmo o jejum de 11 jogos sem gol abalou seu prestígio com o técnico Muricy Ramalho, que o considera um dos pilares da equipe.

O São Paulo se reapresentou nesta sexta-feira, após voltar da Colômbia, e, entre os titulares, só Rogério Ceni foi a campo treinar. O goleiro se juntou aos reservas para uma atividade técnica e jogou na linha.

Neste sábado, o São Paulo embarca para Cuiabá, onde acontecerá a partida contra o Santos. Em segundo lugar no Brasileirão – mas longe do líder Cruzeiro -, Muricy já avisou que mandará a campo neste domingo um time misto, para descansar o grupo para o jogo de volta com o Atlético Nacional.