As eleições 2020 ocorrem neste domingo (15) e o eleitor precisa se certificar de que está com tudo em ordem para poder exercer o seu direito ao voto em Curitiba e demais cidades do Brasil. Além da máscara que é de uso obrigatório determinado por lei, por causa da pandemia de coronavírus (covid-19), você sabe o que é preciso conferir até o dia da eleição? E os horários de votação? E qual é o seu local de votação? Para tirar essas e outras dúvidas, preparamos um tutorial simples e direto para o eleitor.

>>>Tudo sobre os candidatos no Guia dos Candidatos da Tribuna do Paraná

Conforme divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o horário de votação foi ampliado e agora vai das 7h da manhã até as 17h. O horário das 7h às 10h será preferencial para eleitores a partir de 60 anos, mas não será exclusivo. Segundo o TSE, os demais eleitores, de outras idades, não serão barrados nos locais de votação, mas terão que respeitar a preferência em filas separadas. 

Antes de sair de casa

Antes de sair de casa para votar, a primeira coisa a fazer é não esquecer de separar a máscara e se certificar de que estará com ela no domingo. A Justiça Eleitoral adotou protocolos para garantir a segurança sanitária dos eleitores e mesários e máscara é item obrigatório. Não será possível votar sem ela. Levar a sua própria caneta para assinar a presença também está entre as recomendações do TSE. Assim como a orientação para, se possível, não levar crianças. Porém, o eleitor poderá votar mesmo se não levar caneta ou se não for possível deixar as crianças em casa. Nesse caso, não há problema.

>> Eleições 2020: Greca lidera pesquisa Ibope na véspera do 1º turno, seguido de Goura e Francischini

Mesários e eleitores que estiverem com sintomas da covid-19 no dia das eleições não devem comparecer ao local de votação. A ausência poderá ser justificada depois, na Justiça Eleitoral.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE/PR), é obrigatório para o eleitor levar um documento de identificação, esse não pode ser esquecido. Nos locais de votação de todo o Brasil, além da carteira de identidade (RG), só são aceitos os documentos oficiais com foto que são a Carteira Nacional de Habilitação, Passaporte, Certificado de Reservista, Carteira de Trabalho ou carteira de categoria profissional reconhecida por lei.

>> Veja também: confira o checklist das eleições 2020 no formato web stories

Uma outra opção aceita é o aplicativo e-título, criado pelo TSE e que pode ser instalado no aparelho celular de maneira gratuita, nos sistemas Android e IOS. O e-título contém foto e outras informações que ajudam a encontrar até a seção eleitoral. Nesse caso, é possível votar mostrando apenas o e-título com a foto para o mesário.

Locais de votação

Um ponto destacado pelo TRE/PR sobre o e-título é que eleitor pode conferir todos os seus dados eleitorais por esse aplicativo com antecedência, para evitar imprevistos de última hora. Para cumprir medidas de distanciamento por conta do coronavírus e melhorar a acessibilidade para eleitores, mais de 150 locais de votação foram alterados em todo o Paraná neste ano. Em Curitiba, 14 locais foram alterados, em todas as 10 zonas eleitorais. Pelo e-título, dá para verificar para onde o eleitor deve ir no domingo. Por exemplo, quem votava no Colégio Estadual do Paraná, em Curitiba, teve o endereço modificado porque o colégio está em reforma. 

Há também a opção de ligar gratuitamente para o Disque-Eleitor, pelo número 0800 640 8400, das 12h às 19h até o dia 13 de novembro e das 8h às 17h no dia 14, véspera do primeiro turno.

Justificativa

Uma novidade neste ano de pandemia é que o voto pode ser justificado direto no aplicativo e-título. O eleitor que estiver fora do seu domicílio eleitoral pode justificar o voto já no domingo da eleição, 15 de novembro, das 7h às 17h. De acordo com o TRE/PR, se o eleitor justificar dentro desse horário, ele não vai precisar apresentar uma comprovação de que estava viajando. Fora desse horário, conforme o TRE/PR, o eleitor ainda tem até 60 dias após a eleição para justificar o voto pelo aplicativo, caso ele queira.

Check list eleitoral

Primeiro turno

Horário: das 7h às 17h

Horário preferencial para maiores de 60 anos: 7h às 10h

Ordem de votação: vereador (número com cinco dígitos) e prefeito (número com dois dígitos)

Antes de apertar a tecla confirma, o eleitor deve aguardar aparecer a foto do seu candidato na tela!

Documentos para votar 

A apresentação do título de eleitor não é obrigatória. O cidadão pode votar levando à seção eleitoral apenas um documento oficial com foto, como:

Passaporte.

Identidade (RG).

Carteira de Trabalho (CTPS).

Carteira de Habilitação (CNH). Porém, o eleitor deve estar com a situação regular perante a Justiça Eleitoral, ou seja, o título não pode estar suspenso ou cancelado.

Eleitor

Conferir o endereço do local de votação, antes mesmo dia da eleição.

Uso obrigatório de máscaras nas seções eleitorais e nos locais de votação.

Se possível, não levar crianças e acompanhantes.

Não deixar para votar na última hora.

Respeitar o horário preferencial das 7h às 10h para maiores de 60 anos.

Permanecer no local de votação apenas pelo tempo suficiente para votar.

Se possível, o eleitor deve levar sua própria caneta.

Não será permitido consumir bebidas ou alimentos na fila de espera.

Estabelecer distanciamento mínimo de um metro nas filas, que será demarcado com fitas adesivas no chão.

Eleitores que apresentem febre ou tenham sido diagnosticados com Covid-19 nos 14 dias anteriores à data da eleição não devem comparecer à votação. 

Checklist do mesário

É obrigatório o uso das viseiras plásticas (face shields) durante todo o processo de votação, além das máscaras, que devem ser substituídas a cada quatro horas.

Uso individual do álcool em gel para higienização das mãos.

A urna eletrônica não deverá ser higienizada pelos mesários, apenas pelos técnicos designados pelos TREs e cartórios eleitorais para evitar danos.

Estabelecer distanciamento mínimo de um metro entre mesários e eleitores.