Amplamente criticado por não comparecer a debates durante a campanha eleitoral, o prefeito Rafael Greca (DEM), afirmou que “não tem vontade” de debater porque os concorrentes “não têm conhecimento de causa”.

+ Tribuna Explica! Alvo da ira do povão, o prefeito tem culpa pelos problemas da cidade?

Ao ser perguntado sobre as críticas de que gastaria muito dinheiro com asfalto em meio à pandemia, Greca disse: “Os quinhentos quilômetros de asfalto que nós fizemos estão muito aquém do grande investimento de saúde que fizemos. É por isso também que eu não tenho muita vontade de ir ao debate com essa gente, porque debate pressupõe conhecimento de causa.”

Segundo o prefeito, o orçamento de obras foi de cerca de R$ 1 bilhão, enquanto o investido em saúde, diz o prefeito, foi de R$ 2,5 bilhões.

+ GUIA DOS CANDIDATOS: Saiba tudo sobre os candidatos das eleições 2020

As declarações foram feitas durante entrevista ao portal Ric Mais, nesta quinta-feira (29). Questionado sobre se essa não seria uma postura arrogante, Greca negou: “não é arrogante. É uma postura de profunda humildade, o tempo que não estou perdendo com eles, estou cuidando de Curitiba”.

Nesta quinta, outros oito concorrentes ao cargo de prefeito realizaram um “debate em praça pública”, em frente à Prefeitura de Curitiba, ao qual Greca não compareceu. Alegando perigo de contágio de coronavírus, o prefeito também não foi ao único debate em televisão aberta no primeiro turno das eleições e, apesar de convidado, negou também o comparecimento aos debates organizados pela Gazeta do Povo. O motivo, segundo a assessoria de Greca, é incompatibilidade de agenda.

A Tribuna tem uma entrevista marcada com o prefeito Rafael Greca na próxima semana.