enkontra.com
Fechar busca

Publicidade

Curitiba

Dona Glória faz apelo e pede doações para cuidar de mãe, marido e irmão adoentados

Foto: Gerson Klaina
Giselle Ulbrich
Escrito por Giselle Ulbrich

 

A Tribuna do Paraná mostrou em maio a sofrida história da dona de casa Glória Klyvivanowski. Guerreira, ela sozinha cuida da mãe e do irmão acamados e do marido doente, além de dar conta de todo o serviço da casa e ainda ajudar alguns filhos que moram com ela. E a Glória está precisando novamente de ajuda. Ela necessita de leite de qualquer tipo (caixa, saco, em pó, etc.) para alimentar o irmão, que não mastiga e sua alimentação é toda feita via oral.

Há muitos anos Glória cuida de Edemilson Pereira, 49 anos, que nasceu com paralisia cerebral e desde então vive acamado. O homem praticamente não se mexe, não se senta ou come sozinho. Depende que alguém lhe dê banho, troque as roupas, alimente, troque as fraldas. E Glória cuida com carinho do irmão. Difícil vê-la reclamar das suas tarefas de cuidados com o irmão, com a mãe (acamada também desde que teve um problema do coração, há um ano), com o marido (que tem câncer de pulmão) e da casa. E quando é preciso, ela ainda sai para fazer compras, vai ao banco pagar contas e resolver a vida.

Por orientação médica, Glória alimenta o irmão com leite, unido a algum tipo de complemento. A cada duas horas é necessário alimentá-lo. “Vai passando desse período, ele já sente fome. Inclusive à noite ele acorda com fome e preciso preparar a refeição para ele”, contou Glória. Edemilson consome cerca de 90 caixas de leite por mês. E como a situação da família é apertada (vivem somente da aposentadoria do marido da dona de casa), Glória resolveu pedir ajuda novamente, pois tudo o que ela ganhou depois da publicação da matéria, em maio, já acabou.

Como ajudar?

Quem quiser, pode doar leite de qualquer tipo (longa vida, em pó, etc.), complementos (Mucilon, Farinha Láctea, Nescau, Maizena, etc.) e fraldas geriátricas de qualquer marca tamanho G ou GG. Por causa do orçamento apertado da família, cestas básicas também são bem vindas. Glória: (41) 3205-4416 / 99917-6589.

Quer lembrar da história da Glória?

Clique aqui e também aqui para saber mais!

 

 

Sobre o autor

Giselle Ulbrich

Giselle Ulbrich

Deixe um comentário

avatar

6 Comentários em "Dona Glória faz apelo e pede doações para cuidar de mãe, marido e irmão adoentados"


Wade Wilson
Wade Wilson
13 dias 8 horas atrás

Aos comentaristas abaixo, Deus tá vendo, viu?…

Se um dia vocês precisarem de ajuda igual à pobre senhora da reportagem, quero ver onde vão pedir…

rogério barros
rogério barros
16 dias 19 horas atrás

a tribuna é do paulo pimentel que por muitos anos mamou nos cofres público agora é hora de retribuir pois já está quase morto adote essa senhora nas suas nescessidade

Lasca Denovo
Lasca Denovo
15 dias 7 horas atrás

Mileanos que o velho Mum-rá vendeu esse jornaleco pra RPC.

Oldboy
Oldboy
16 dias 20 horas atrás

A Tribuna, como sempre, fazendo cortesia com o chapéu alheio. Acham essas pessoas desgraçadas pela sorte, miseráveis… o que é muito fácil no Brasil, e colocam para a população ajudar, como se ninguém tivesse problemas. Com o poder que tem, tratem de auxiliar essa pobre coitada em vez de se fazerem de bonzinhos.

Lasca Denovo
Lasca Denovo
15 dias 7 horas atrás

é que o Brittes parou de fazer cagada, e a tribuna não tem mais assunto pra publicar

Pabllo Vittar
Pabllo Vittar
17 dias 9 minutos atrás

Troco de pinga pra RPC esses itens básicos que estão precisando… Não era nem de publicarem aqui

wpDiscuz
(41) 9683-9504