Publicidade

Curitiba

Anúncio para vaga de emprego chama atenção e bomba em Curitiba!

Paulo Pinheiro se surpreendeu com a repercussão do anúncio de emprego e recebeu vários e-mails. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná.
Giselle Ulbrich
Escrito por Giselle Ulbrich

Vaga de emprego em aberto: “Ser avó, ter mais de 55 anos. Não exigimos experiência, ensino superior, nem língua estrangeira. Só que seja comunicativa, paciente, carinhosa e que goste de crianças, para atender pequenos de até 5 anos”. O anúncio de emprego parece tão longe da realidade do mundo corporativo, que mais parece brincadeira ou alguma campanha publicitária. Mas não é. Um buffet de festas infantis de Curitiba, o Mundo Kids, que fica no Jardim Schaffer, bairro Vista Alegre, em Curitiba, está  contratando mulheres com este perfil.

+Caçadores! Veja quem foi a pessoa escolhida para a vaga no buffet!

A vaga está aberta há algumas semanas e será encerrada nesta sexta-feira (05). Paulo Pinheiro, 41 anos, um dos proprietários do buffet, se surpreendeu com a repercussão. “Várias pessoas divulgaram esta vaga em redes sociais. No começo, recebemos críticas, de que estávamos nos aproveitando da situação para fazer propaganda. Só que nós sempre tivemos essa pegada social nas nossas ações e contratações, mas não tínhamos a política de divulgar isso, justo com receio de que parecesse promoção. Mas por causa da repercussão da vaga de avó, resolvemos encarar as críticas e jogar à sociedade essa discussão, sobre contratar pessoas com mais idade”, disse Paulo.

+Caçadores! Loja de Curitiba é referência em artigos antigos. Conheça!

O Anúncio

“Vaga exclusiva para mulheres acima de 55 anos. A sua avó, mãe, tia ou vizinha cansou de procurar emprego e devido a estar na terceira idade desistiu? O Mundo Kids Buffet deseja ter em sua equipe uma profissional para nos ajudar em nossa Área Baby Montessoriana, cuidando de crianças de até 5 anos durante as festas. Requisitos para a vaga: Necessário ser comunicativa, gostar de crianças, ser paciente e muito carinhosa! Não exigimos experiência, não exigimos ensino superior e não exigimos língua estrangeira. Interessados enviar (ou pedir uma ajudinha para seu neto ou neta) um e-mail contando um pouco da sua história de vida. Algumas linhas são suficientes. E-mail: paulo@mundokidscuritiba.com.br. Caso venha a utilizar ônibus para se deslocar de casa para o trabalho, preferencialmente morar na região do Bom Retiro, Mercês, Pilarzinho, Vista Alegre, Santa Felicidade, Tingui, Tanguá e ou imediações. Alguns eventos encerraram por volta das 23:30h.”

+Caçadores! Sorveteria de Curitiba é sucesso há 40 anos entre os clientes

Este é o anúncio no site do buffet e que levou a empresa a receber mais de 2 mil e-mails de candidatas. “Algumas pessoas não leram bem o conteúdo da vaga. Então recebemos vários e-mails de pessoas com menos de 55 anos, ou que mandaram apenas o currículo em anexo. Não precisa currículo. Só que a pessoa escreva algumas linhas contando sua história”, afirma Paulo.

Ele diz que já recebeu mensagens de mulheres de 70, 76, até 77 anos. Como a prioridade deverá ser dada às mais idosas, ele considera até a possibilidade de, ao invés de contratar uma, chamar três candidatas para a vaga. Dependendo da idade das selecionadas, Paulo ainda avalia fazer algum regime de contrato diferente (intermitente), para que elas trabalhem algumas horas a menos, mas sem afetar o salário. “Aqui, os mais velhos ganham igual aos jovens”, afirmou ele.

Paulo-Pinheiro-buffet-infantil-2

Sociedade, vamos discutir

O empresário conta que o buffet existe há cinco anos e, desde o início, sempre foi o sonho dos proprietários valorizar certas pautas sociais. “Quando inauguramos, ao invés de chamar pessoas famosas e divulgar isso, nós convidamos crianças de orfanato e de creches municipais para a festa de inauguração. E todo ano no aniversário do buffet nós repetimos isto. Há dois meses, fomos convidados a participar de um evento do setor de hemodiálise do Pequeno Príncipe. Chamamos algumas empresas parceiras e bancamos uma festa completa para as crianças. Nós nunca quisemos divulgar nada disso.

+Caçadores! Tour leva o povo para conhecer as lendas urbanas de Curitiba

Mas foi justo a diretora do Pequeno Príncipe que nos falou que não deveríamos ter receio de divulgar. Porque isso faz com que outras empresas se interessem por ajudar, faz a gente jogar para a sociedade essas discussões tão importantes. Então consideramos que deveríamos avançar nessa divulgação”, explicou Paulo, que “perdeu a vergonha” de ficar no anonimato, com o objetivo de trazer o assunto à sociedade e mobilizar outras empresas.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Lendas Urbanas de Curitiba: um livro pra ninguém esquecer

 

Sobre o autor

Giselle Ulbrich

Giselle Ulbrich

(41) 9683-9504