Você já deve ter assistido algum filme onde um grupo de pessoas em uma situação de risco ou em uma aventura turística são avisados: “precisamos ficar unidos, não se separem”.

Essa é uma regra que deve ser seguida quando você for fazer turismo em algum lugar que represente perigo, porém existem certas situações em que ficar unido ao grupo não seria muito legal…

Foi em uma dessas situações, que há duas semanas um turista austríaco de 59 anos foi morto por um elefante na Namíbia, África. País que é lar de aproximadamente 20.000 elefantes.

+Olha essa! Turista é multada por usar biquíni ousado em praia das Filipinas

De acordo com um portal de notícias do país, na quinta-feira, dia 07/11, um grupo de oito turistas estava realizando um passeio turístico em uma área considerada selvagem. Às 8:00 da manhã, após uma noite tranquila no local onde o guia turístico responsável armou o acampamento, o grupo estava tomando café da manhã, quando Günter Zechmeister precisou se afastar para procurar um arbusto para realizar algumas necessidades fisiológicas.

O grupo já havia identificado uma manada de elefantes na direção oposta de onde o turista decidiu fazer o que tinha para fazer, e por isso acharam que Günter não teria problema. Infelizmente, estavam errados.

Logo após o turista encontrar um lugar tranquilo, o grupo escutou um bramido (som que o elefante faz) seguido de um grito. Assim que o grupo chegou ao local de onde escutaram os sons, encontraram alguns elefantes cercando Günter, que estava deitado em uma poça de sangue.

Quando os elefantes enfim se afastaram, o grupo conseguiu acudir o companheiro ferido, que ainda estava consciente e falando, porém com a respiração muito fraca.

O guia disse que eles prestaram primeiro socorros e que partiram com o turista para o Hotel mais próximo do local, de onde ele tinha a ideia de conseguir um voo para um hospital da região, porém Günter não resistiu ao ferimento e morreu no caminho.

E você? Como faria para se afastar do grupo em uma necessidade dessa?

+ Leia também: Drake, você perdeu a melhor comida do mundo, Playboy!