Na semana passada fomos pegos de surpresa, o coronavírus se tornou realidade no Brasil. Começou a epidemia, o surto. Uma das melhores formas de nos protegermos foi ficar trancados em casa para evitar a propagação do vírus.

A nossa vida mudou em função do corona, a nossa atenção está no toda  no covid-19, porém estamos esquecendo de algo que está ocorrendo muito importante. A medida adotada para a contenção do novo cornavírus tem um efeito colateral que não estamos prestando atenção, mas se tornará uma realidade assustadora.

Boa parte da população brasileira e também mundial está em isolamento social. Estão em sua maioria trancados em suas próprias residências. Até aí tudo bem, mas esquecemos que somos seres sociáveis, que precisamos contato, afeto e carinho.

LEIA MAIS: 4 dicas de exercícios para se fazer em casa

Esse isolamento social trás um risco para a nossa mente. Esse isolamento trará problemas como depressão, ansiedade, tristeza, compulsão alimentar entre outros. A nossa mente está parada e isso é o horrível para ela.

Como minha vó já dizia, cabeça vazia, oficina do. Só pensamos em besteiras e tragédias, entretanto nós podemos mudar isso. Uma forma de diminuir esses malefícios do isolamento social é através do exercício físico.

Além de ocupar a mente, o exercício libera uma série de hormônios que estão ligados com o prazer e o bem-estar. O exercício não treina só o seu corpo, ele treina a sua mente.

LEIA TAMBÉM: É melhor emagrecer rápido ou devagar?

Então a dica da semana é que independente se você quer emagrecer ou não, faça exercício em casa nesse momento de quarentena. Pois além de te ajudar com a sua mente, também vai ajudar o seu corpo e pode te ajudar a emagrecer se for feito da maneira correta.

Para mais informações me contate através do Instagram (@zanonmacedo).

Um abração de longe e até a próxima semana.