Os interessados da região Centro-Oeste do Paraná que quiserem conhecer as principais características dos programas de computador de código aberto e todos seus aspectos econômicos e filosóficos têm uma boa oportunidade. Começa nesta sexta-feira, 2, em Guarapuava, a quarta etapa do Circuito Paranaense de Software Livre promovido pela Celepar – Informática do Paraná, Secretarias de Assuntos Estratégicos e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, com o apoio da prefeitura de Guarapuava e organização da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro).

Voltado para estudantes, professores, profissionais de tecnologia da informação, órgãos públicos e pequenas e microempresas, o Circuito terá a apresentação de palestras e oficinas. Entre os temas das palestras, destacam-se o Software Livre no Governo do Estado do Paraná; LPG-AP ? Licença Pública Geral para os softwares produzidos pelo Governo do Paraná; Controle, acompanhamento e avaliação de resultados de projetos governamentais; Telecentros Paranavegar ? Programa de Inclusão Digital do Governo do Paraná; Software Livre na Educação (Portal Dia-a-Dia Educação).

Os principais oficinas do Circuito são: Xoops – produtividade em geração de portais e BrOffice – editor de texto, planilhas, apresentações e desenhos. ?O software livre é uma alternativa econômica e de qualidade para quem quer sair da pirataria e não está disposto a pagar licença pelo uso de programas de computador?, diz o presidente da Celepar ? Informática do Paraná, Marcos Mazoni.

A Celepar é empresa responsável pelo desenvolvimento e manutenção da política de informática do Governo do Estado. Sua opção pelo software livre transformou o Paraná num dos principais pólos de desenvolvimento desse tipo de tecnologia. Os sistemas criados pela Celepar têm despertado a atenção de desenvolvedores e usuários do Brasil e do exterior. Este é o caso do sistema Expresso (correio eletrônico, agenda, catálogo e fluxo de trabalho) que está despertando o interesses dos governos da Venezeula, São Paulo, Sergipe, Amazonas, Caixa Econômica Federal, entre outros.

A principal característica do software livre é que, ao contrário dos sistemas Windows, ele tem o código-fonte aberto. Ou seja, é possível ver a estrutura do programa, saber como ele foi feito e melhorá-lo. Os chamados ?programas de código aberto? são construídos por milhares de programadores espalhados pelo mundo, que há anos desenvolvem tecnologias alternativas na tentativa de quebrar o monopólio existente no ramo de informática.

Serviço:
Circuito Paranaense de Software Livre
Dias 2 e 3 de Junho de 2006
Guarapuava ? Paraná
Inscrições:
www.circuito.pr.gov.br.
Não há limite de vagas.