enkontra.com
Fechar busca

BLOGS

Augusto Mafuz

Augusto Mafuz

Augusto Mafuz

Opiniões, crônicas e informações exclusivas sobre o mundo do futebol, em especial o Atlético Paranaense.

Fatos e coincidências

  • Por Ricardo Brejinski

Atlético e Coritiba saíram bem da rodada, mas não têm muito o que comemorar: entre as circunstâncias dos jogos, a arbitragem interveio a favor de ambos

Aos trancos, como havia ganhado do Galo, o Atlético ganhou do Goianiense, também por 1×0, também, com gol de Sidcley. A diferença é que lá em Belo Horizonte foi no fim e casual, e em Goiânia foi no início quase sendo virado do avesso pelo treinador Baptista para manter a vitória.

Mas há outras diferenças na vitória de Goiânia: o brilhantismo tático dos 15 minutos iniciais, quando além do gol de Sidcley, a chance de gol jogada fora por Grafite, o auxílio do árbitro, que no lance seguinte ao gol, não marcou o pênalti de Wanderson, e, por fim, ainda no primeiro tempo, a sorte que empurrou para a esquerda, a bola do pênalti marcado, quando Weverton caía para o canto direito. Poderia ser relevante o milagre do goleiro do Brasil, que salvou a bola no chão, mas deixa de sê-lo, por ser natural.

No final, a velha lição ensinando que futebol se faz de fatos e não de coincidências. Com Wanderson na zaga no lugar de Paulo André, Deivid no meio no lugar de Lucho González e Sidcley jogando pela meia, o Atlético voltou a ganhar.

O Coritiba não ganha há três jogos, mas também não perde.

A regularidade como benefício acaba no momento de se investigar a sua razão, porque há um fato, embora tenha cara de coincidência: contra o Botafogo, não houve o pênalti em Rildo, que serviu para evitar a derrota. Contra o Bahia, foi escancarado o pênalti de Kléber, que o derrotaria. Ontem, contra o Corinthians, só o assistente viu impedimento no gol de Jô, que àquela altura significaria a derrota.

O Coritiba não jogou mal, longe disso. Dentro da sua reduzida qualidade, no segundo tempo, teve o domínio e a chance de gol que Henrique Almeida perdeu. Pressionou tanto, que restou ao Corinthians apenas a opção do contra-ataque. Definitivamente, por dominar e não chegar ao gol, os coxas precisam enfrentar o grande problema: quando há equilíbrio tático, a solução individual que se reclama, não existe. Com Anderson fora, o time de Pachequinho não tem nenhum jogador diferente.

Pelas circunstâncias, o empate foi um bom negócio, num jogo que mostrou a cara do campeonato: líder e terceiro colocados erraram 90 passes.

Quando escrevo, ainda não há um boletim médico informando se houve ou não a morte do torcedor corintiano, em razão da agressão praticada por uma das gangues de arquibancada.

O que ocorreu ontem, independente do seu final, confesso que se tornou irresistível a proposta de fazer jogos de torcida única. Não só pela existência das gangues, mas, também, pela incompetência da segurança pública para projetar e executar a prevenção.

Em matéria de segurança, também, não existe coincidência. Existem fatos.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar

57 Comentários em "Fatos e coincidências"


EDSON ABREU
EDSON ABREU
1 mês 30 dias atrás
Sr. Mafuz, o senhor descreveu a “trilogia” dos empates do Coritiba atribuindo, de forma leviana e simplista, os pontos conquistados às arbitragens, como se essas fossem dirigidas exclusivamente para benefício do CFC em detrimento da produção do time em campo. Se isso lhe convém e faz bem ao seu espírito, convido-lhe a refletir se não seria mais prazeroso escrever para os seus netos ou, ainda, tentar a reconciliação com M.C.P. para escrever no canal oficial do seu time de coração que tanto tem lhe machucado ultimamente, pois em um espaço público como esse, entendo ser prudente a coerência e o… Leia mais »
EDSON ABREU
EDSON ABREU
1 mês 30 dias atrás
Detalhes importantes que a grande mídia “não viu”: 1) A briga foi na esquina da Mauá, em frente da entrada da loja oficial, dos principais portões de acesso ao estádio e em frente a sede da organizada do Coritiba; 2) Todos os demais 38 ônibus de torcedores do Corinthians foram escoltados até o portão de acesso (lado oposto de onde aconteceu a briga) e com esses, nenhuma ocorrência registrada; 3) O horário que ocorreu a briga foi 3 horas antes do início do jogo. 4) A igreja do Perpétuo Socorro é na quadra de cima, então os corintianos não deviam… Leia mais »
Eu
Eu
1 mês 30 dias atrás
Parabéns Mafuz pelos comentários sobre a rodada da dupla Atletiba. Coerentes e corretos, sem clubismos que fecham os olhos da razão. Os clubes quando são beneficiados por erros de arbitragem não reclamam e os torcedores endossam erros como para compensar equívocos de jogos anteriores em que são prejudicados. Dois pontos considero importantes: 1) Independente de qual clube, deve-se procurar sempre a ética e não o resultado a qualquer custo (o que de certa forma espelha a crise de valores que permeiam o Brasil atualmente); 2) A arbitragem precisa se reciclar e os auxiliares de linha deveriam ser excluídos e pq… Leia mais »
Elcio
Elcio
1 mês 30 dias atrás

Ontem o Corinthians pagou por aquele jogo no Pacaembu onde venceu com um penalti inexistente de Lucas claro sobre Danilo nos acréscimo .

https://www.youtube.com/watch?v=LZwBTyW_DyE

Elcio
Elcio
1 mês 30 dias atrás

Você não deve lembrar daquela jogo quando o Coritiba jogou desfalcado. E lutou muito o jogo inteiro, o no fim levar um gol em que o Danilo se jogou descaradamente.
O jogo de ontem em que o juiz anulou o gol do Corinthians, só com replay dava-se pra notar , enquanto o do Coritiba o Estádio inteiro viu.

Eu
Eu
1 mês 30 dias atrás

Um erro não justifica o outro!

loko Coxa
loko Coxa
1 mês 30 dias atrás

Bem lembrado !!!

helton albuquerque
helton albuquerque
1 mês 30 dias atrás
Quem diria em Sr. Mafuz. O Sr. dizendo que Coritiba e Atletico foram beneficiados pela arbitragem. Quantas vezes isso aconteceu nos ultimos 10 ou 20 anos. Muito pelo contrario , neste periodo cansamos em ler as suas colunas reclamando das arbitragens contra os times da capital em especial ao seu Atletico. Vou refrescar a sua memória. O Coritiba deixou de ganhar 2 (duas) Copas do Brasil por influência das arbitragens que beneficiaram naqueles anos Vasco e Palmeiras, clubes do eixo. Sinceramente o Sr. acha que naquelas anos algum jornalista de fora de Curitiba reclamou ou fez qualquer comentário criticando as… Leia mais »
Zacarias
Zacarias
1 mês 30 dias atrás

Verdade Helton, mas o jornalismo esportivo local, além de nanico, sofre da sindrome de vira-lata.

Adolfo Rocha
Adolfo Rocha
1 mês 30 dias atrás

Ops. Meu caro amigo Mafuz. Não foi penalti o lance com o Wanderson. Foi mostrado na tv em câmera lenta e comprovado que nada aconteceu. Cuidado com suas palavras.

tricolor SemPRe
tricolor SemPRe
1 mês 30 dias atrás

Poxa Augusto, voce tambem, nessa onda de Politicamente Correto?Porque teriamos que acabar com a alegria do Esporte, sendo que eh mais facil acabar com essas torcidas organizdas?Essa janela, para a qual voce quer fugir eh muito grande.Vamos atacar a excecao, e nao tirar as familias do mais llindo esporte do Mundo.Lugar de va.ga.bun.do, e na cadeia, pra nao dizer outras coisas.Viva a familia no esporte!!!

CORITIBA SEMPRE MAIOR
CORITIBA SEMPRE MAIOR
1 mês 30 dias atrás

Não é à toa que o Coritiba tem a melhor defesa do campeonato desde o início do Brasileirão: bons zagueiros, bons laterais, ótimos volantes – Jonas está pedindo passagem – , um grande goleiro, e atacantes que combatem a saída de bola. Mas os gols estão rareando. Ainda assim penso que não devemos mudar a postura, pois o Coritiba faz este ano um belíssimo campeonato até aqui. Pachequinho mostra maturidade, confiança e sabedoria quanto à capacidade do elenco, além de uma ótima leitura do jogo.

CORITIBA SEMPRE MAIOR
CORITIBA SEMPRE MAIOR
1 mês 30 dias atrás

Quanto ao jogo de ontem: taticamente foi impressionante a atuação de Dodô e Márcio. Dodô subiu pouco, e atuou de forma decisiva na defesa, com interceptações cirúrgicas, praticamente anulando as jogadas de linha de fundo na esquerda de ataque corinthiana. Márcio acompanhou Jô com precisão enquanto este jogou caindo pela esquerda, nas jogadas de inversão que o ataque corinthiano faz pelo meio. Jô só conseguiu o gol – mal anulado – quando caiu pela direita, em cima do bom Werley, que não deu conta do recado.

CORITIBA SEMPRE MAIOR
CORITIBA SEMPRE MAIOR
1 mês 30 dias atrás

O Coritiba não tem um bom meia armador, apenas um esforçado, Tiago Real. Além disso, jogou desfalcado de Kléber, atacante que marca muito bem a saída de bola do adversário. E há também o Anderson, principal contratação do Coritiba no ano, que está já há muito tempo no DM. Esse fato mostra que o Coritiba tem um bom elenco, claro que longe dos elencos milionários de Palmeiras, Grêmio, Atlético-MG e Flamengo, mas ainda assim um elenco bastante equilibrado.

wpDiscuz

Últimas dos blogs

Cadu

Cozinha do Cadu

Cadu

Este canal é dedicado aos apaixonados pela culinária e que fazem do prazer da boa comida um estilo de vida.

·

Receita de Vegetais Assados em Calda de Tangerina e Mel

Cartoleiros da Tribuna

Esse time é meu!

Cartoleiros da Tribuna

“Quer mitar no cartola? Veja todas as dicas do blog Esse Time é Meu e torne-se o mito da sua liga.

·

Dicas para recuperar os pontos perdidos no Cartola

Michelli Duje

Divã da Tribuna

Michelli Duje

Aqui vamos conversar sobre comportamento, relacionamentos e os conflitos que as pessoas encontram em sua vida.

·

União estável ou casamento?

Últimas Notícias

Mais comentadas