Com as novas tecnologias, as crianças escrevem cada vez menos no papel. Fazer um trabalho escolar à mão já é praticamente coisa do passado. No entanto, a caligrafia traz inúmeros benefícios para as crianças, além de tirar o estresse causado pelas telas e ainda ajudar no desenvolvimento motor, fazer anotações no papel ainda é uma das melhores maneiras de assimilar um conteúdo.

Cientistas da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, descobriram através de ressonância magnética que, por meio da escrita manual, mais regiões do cérebro são ativadas e o aprendizado de formas, símbolos e até idiomas é favorecido. Escrever com lápis e papel ainda ajuda as crianças a expressar melhor seus sentimentos e ideias e ainda incentiva a criatividade.

LEIA MAIS – Alimentação balanceada e exercícios podem aumentar a imunidade e evitar doenças?

Para ajudar seu filho a melhorar a caligrafia e desfrutar de todos esses benefícios, confira as dez dicas que o site espanhol Hacer Familia selecionou para os pais:

1 – Ensine à criança como segurar o lápis ou a caneta de maneira adequada

Caso contrário, ela sentirá que a atividade de escrever a mão é desagradável. Sente-se ao lado da criança e pratique junto com ela, mostrando que não se deve dobrar o pulso nem apertar demais os dedos.

2 – Pratiquem juntos

Quando você for se sentar para fazer a lista de compras, convide a criança para se sentar ao seu lado e fazer uma lista de brinquedos que não usa mais e pode encaminhar para doação – ou dite a lista de compras a ela.

3 – Ofereça um ambiente adequado

Assim como para o momento da lição de casa, a prática da caligrafia também precisa de um lugar que transmita calma e em que não haja bagunça, para favorecer que a criança se concentre na tarefa. Ela também precisa estar sentada de forma a ter a postura correta.

4 – Facilite a escrita

Em vez de escrever em uma folha de papel direto sobre a mesa, coloque algumas folhas por baixo para acolchoar a escrita. É mais prazeroso escrever assim e a letra sai mais bonita.

VEJA TAMBÉM – Há uma idade limite para dar colo para nossos filhos?

5 – Diante da criança, não abuse das telas

As crianças imitam os adultos. Se você nunca escreve a mão, fica difícil que elas se sintam atraídas por essa prática. Isso não significa que você não possa usar o computador ou o celular na frente delas – é inevitável –, mas procure manter uma agenda ou um diário físico.

6 – Seja criativo

Se a criança está meio entediada com a perspectiva de escrever a mão, arranje papéis e canetas coloridos e pede que ela escreva frases de sua música, filme ou livro preferido, junto com um desenho.

7 – Tenha paciência

A habilidade na escrita leva tempo – ainda mais na era das telas. Não se desespere: a lentidão será normal. Será preciso muito tempo e muita vontade para que a criança se saia bem.