Para garantir proteção contra a covid-19, a máscara precisa ser usada corretamente: deve cobrir boca e nariz, ser usada o tempo todo ao sair de casa e precisa ser trocada por uma limpa a cada três horas ou assim que estiver úmida. No entanto, você deve conhecer quem esteja relaxando nas recomendações, passando o dia com a mesma máscara, ou até dias sem lavá-la.

Às vezes a cor do elástico chega a denunciar, começa a ficar encardido, marrom. Não usar uma máscara limpa, além de ser falta de higiene, pode facilitar a infecção do coronavírus como também causar outras doenças, dermatites e até mau hálito. Por isso, nada de deixar a máscara em qualquer lugar quando não estiver usando. Ou seja, nada de máscara na mesa, no balcão do bar, na pia do banheiro: o correto é guardá-la em um saco plástico limpo quando não estiver usando.

LEIA TAMBÉMMáscara transparente é atrativa para mostrar o rosto, mas exige cautela. Veja como escolher!

Imagine que, ao longo do dia, várias gotículas de saliva são depositadas na máscara. Junto com essa saliva, vão bactérias da boca, que se misturam ao tecido e também com a poeira e fuligem do ar. Para entender melhor os riscos de uma máscara suja, o médico Alberto Chebabo, infectologista do Laboratório Frischmann Aisengart, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia e diretor da Divisão Médica do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da UFRJ, explica o que a falta de higiene pode causar.

Infecções respiratórias

Tirando o risco óbvio do aumento da chance de ser infectado pelo novo coronavírus com uma máscara suja, a peça mal higienizada pode aumentar o risco de doenças como pneumonia, gripe e outras infecções respiratórias.

Dermatite e até espinhas

Uma máscara que não é trocada pode acumular bactérias da boca. “Pode causar dermatite sim, por causa da sujeira. Também aumenta a chance de espinhas, porque tem proliferação de bactérias. A máscara entra em contato com a pele e isso pode acontecer. Por isso é importante a troca”, orienta o médico Chebabo. 

Mau cheiro 

Passar grandes períodos sem fazer uma escovação adequada nos dentes causa mau hálito. A mesma coisa acontece com uma máscara suja. “As bactérias da boca podem se proliferar e o odor pode ficar ruim. Não existe um estudo que comprove que a máscara suja cause cárie, mas continuar com a máscara suja é falta de higiene”, esclarece o infectologista.

LEIA MAIS – O cocô do cachorro deve ir pro mesmo lugar que o seu. Faça o descarte correto!

Saliva e suor

Além da saliva, as máscaras faciais também costumam ficar úmidas facilmente por causa da transpiração – especialmente no verão. Com o tempo, principalmente ao fazer uma atividade física, o suor pode molhar a proteção, que perde sua eficácia. Por isso, a troca da máscara em dias quentes costuma ser mais frequente. 

Sem fôlego? 

Durante o exercício físico, há quem note um cansaço maior ao usar a máscara facial. Numa atividade como a corrida, ou mesmo num exercício aeróbico, é mais fácil perder o fôlego com a proteção. No entanto, não existe motivo para preocupação.

“A máscara cria uma barreira, a pessoa transpira através do tecido, e pode levar a um cansaço, a um esforço maior. À medida que o corpo vai se acostumando, a máscara passa a incomodar. Com isso, nosso fôlego aumenta”, explica o infectologista.

Por isso, antes de pensar em tirar a máscara para respirar melhor durante a atividade física, saiba que a barreira não atrapalha em nada a troca gasosa do pulmão.