"Quando a esmola é demais, o santo desconfia." O ditado popular foi levado ao pé da letra por comerciantes de Campo Mourão, que acharam estranho pagar barato demais por roupas de marcas famosas, como Lacoste e Puma. A polícia foi avisada e descobriu que as peças eram falsificadas. A diferença nos valores chegava a R$ 150,00.

De acordo com o superintendente da delegacia da cidade, Job de Freitas, há 20 dias vários lojistas avisaram a polícia que estavam comprando roupas de marca por preços abaixo do mercado. "Uma camisa da Lacoste que custa entre R$ 150,00 e R$ 200,00, era vendida aos comerciantes por R$ 50,00", disse o policial. O representante alegava que a queda dos valores era porque as mercadorias eram desviadas e não tinham impostos embutidos nos preços.

Sabendo que o vendedor entregaria algumas encomendas na tarde de quinta-feira, os policiais o aguardaram na entrada da cidade. Almir Gonçalves Barros, 43 anos, confessou que as roupas eram feitas em uma fábrica em um município perto de Campo Mourão e que os emblemas das marcas eram trazidos de São Paulo.