João de Noronha
Roberto Cardoso foi morto antes de o veículo ser incendiado.

Com três tiros na cabeça e um no peito, Roberto Antunes Cardoso, 27 anos, foi encontrado morto por volta das 9h de ontem, em um matagal, próximo a uma cava no Jardim Ipê, em São José dos Pinhais. O corpo estava a poucos metros do carro da vítima, o Gol placa AGF-2880, de Curitiba, que foi totalmente queimado e arremessado na cava.

Roberto morava na Rua Antônio de Andrade, Jardim Maria Antonieta, em Pinhais. Na noite de sábado, ele saiu para ir até a casa da namorada, com quem mantinha relacionamento há dois anos e pretendia se casar este ano. A jovem morava na Vila Trindade, no Cajuru. Roberto saiu levando R$ 600,00 em dinheiro, o celular e a carteira com documentos. Ele chegou à casa da namorada, onde permaneceu por pouco tempo. Depois ninguém sabe o que aconteceu. Pela manhã, moradores do Jardim Ipê viram o homem sem vida e coberto de sangue e acionaram a polícia.

As investigações deverão ser realizadas por policiais da delegacia de São José dos Pinhais. No local, chegou a se cogitar que se tratava de um latrocínio (roubo com morte). O que intrigou os policiais é que os criminosos não se interessaram pelo carro da vítima e atearam fogo no veículo. O dinheiro e o celular não foram encontrados. Familiares, amigos e a namorada de Roberto deverão prestar depoimento na delegacia para fornecer detalhes sobre a vida do rapaz, para auxiliar nas investigações.