A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta sexta-feira (09) a segunda fase da Operação Dunamis. O trabalho é continuidade à investigação que desarticulou uma organização criminosa especializada em roubo e furto a caixas eletrônicos do Paraná.

Nesta sexta foram cumpridos oito mandados judiciais, um de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão e dois mandados de condução coercitiva. A ação da PF foi nos municípios de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, e Salto do Itararé, norte pioneiro do Paraná.

De acordo com a PF, as investigações comprovaram que o grupo agiu desde o ano passado em Curitiba, Londrina, Matinhos e Piên. Foram dezenas de caixas eletrônicos violados através do uso de dinamite.     

Também foi identificado que um gerente de banco auxiliou o grupo criminoso em algumas das ações. Os envolvidos responderão pelos crimes de organização criminosa armada, roubo qualificado, furto qualificado, receptação, posse de material explosivo e lavagem de dinheiro.