Mãe e filha foram presas em Contenda, na tarde de ontem, acusadas de tráfico de drogas. Elas foram pegas em sua residência, no conjunto Habitar Brasil, periferia do município, com 32 pedras de crack. Segundo a polícia, Anézia Rodrigues de Souza, 54 anos, era bastante conhecida na região por vender entorpecentes. Ao ser detida, tentou impedir os policiais de também prender sua filha, Elizabeth Rodrigues de Souza, 23.

De acordo com o sargento Maia, policial militar responsável pela delegacia de Contenda, a investigação começou quando a polícia recuperou uma bicicleta furtada. Os policiais chegaram a um adolescente de 16 anos, usuário de drogas, que estava com duas pedras de crack. Ele não titubeou em contar que as comprou de Anézia, indicando onde era a casa da traficante.

Quando os policiais chegaram à residência, mesmo com alguns membros paralisados, devido a um derrame, Anézia tentou escapar. Ao ser contida, ainda tentou segurar os policiais para que não prendessem Elizabeth. Com as duas, a polícia encontrou um frasco de remédio com as pedras de crack. Testemunhas relataram ao sargento Maia que a casa tinha freqüente comércio de entorpecentes.

A dupla foi autuada por tráfico. O marido de Elizabeth, segundo levantou o policial militar, cumpre pena por assalto em Araucária. Na casa das mulheres a polícia encontrou uma pistola antiga e diversos produtos, que podem ter sido trocados por drogas.