Três homens com mandado de prisão em aberto, ou seja, considerados foragidos da Justiça, foram presos em Curitiba na tarde desta segunda-feira (18), em ação preventiva da Guarda Municipal na região central da cidade. O mais curioso é que as três prisões foram efetuadas em um período de cerca de três horas.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Com pena de 43 anos a cumprir pelo crime de latrocínio, o primeiro homem foi preso por volta das 15h. A equipe da Guarda Municipal que faz o trabalho a partir do módulo móvel na Praça Tiradentes estava em ronda a pé no entorno do local quando notou o homem com atitude suspeita. De início, ele ainda tentou informar nome falso à equipe.

Com diversas tatuagens que fazem apologia ao crime, o homem – de 34 anos – foi identificado como pertencente a uma facção criminosa. “Um indivíduo muito perigoso, que já havia cumprido pena nos sistemas penitenciários paranaense e catarinense e que foi abordado em meio ao trabalho de rotina da GM”, conta o secretário municipal da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

+Leia também: Atiradores ‘descarregam’ pistola 9 mm em jovens em bairro de Curitiba

Já no fim da tarde, os guardas responsáveis pelo módulo fixo na Praça Rui Barbosa prenderam um rapaz de 19 anos, que estava com um mandado de prisão em aberto por roubo. “Esse é um exemplo de como a participação da sociedade contribui com as atividades de segurança pública: a abordagem foi feita após um acionamento informando sobre o suspeito no Centro de Operações da Defesa Social (Cods), pelo telefone 153”, diz Rangel.

Pouco depois das 18h, outro jovem, de 23 anos, foi preso na Praça Osório também por apresentar mandado de prisão por roubo. “Em meio às rondas, os guardas notaram atitude suspeita no indivíduo, que foi abordado”, conta o responsável pelo Grupo de Pronto Emprego Operacional no Centro, supervisor Antônio Carlos Flausino.

Os três presos foram encaminhados à Delegacia de Vigilância e Capturas.

Assista: Bandidos armados ‘tocam o terror’ em shopping de Curitiba