O foragido Éliton José da Luz, 33 anos, foi preso nesta quinta-feira (3) em cumprimento de mandado de prisão por suposto sequestro de uma mulher, seguido de estupro, ocorrido em Rio Branco do Sul, Região Metropolitana de Curitiba, no dia 10 de setembro de 2017. O suspeito estava em Porto Belo, no estado de Santa Catarina, após fuga no mesmo ano do crime. A Polícia Civil de Rio Branco do Sul atendeu ao caso desde o início, instaurando inquérito policial, identificando Éliton e representando pela prisão preventiva.

+Viu essa? Cachorro maltratado em vídeo é resgatado e dono autuado na Grande Curitiba

Segundo o delegado Rafael Bacelar, da Delegacia de Rio Branco, foram incansáveis diligências em busca do suspeito, até encontrá-lo no litoral de Santa Catarina. De acordo com o inquérito e denúncia, informado pela polícia, Éliton José estava alcoolizado no dia do crime, no bairro Papanduva, e obrigou a mulher a entrar no carro dele, um GM Monza prata. O crime ocorreu por volta das 21h do dia 10 de setembro de 2017. A vítima era desconhecida do suspeito.

+ Leia mais: Dupla aborda motorista de ônibus escolar, que acaba baleado em assalto

Segundo a investigação, Éliton teria agredido violentamente a mulher, ameaçando-a de morte. Em seguida, ele teria parado o veículo em um matagal, local onde teria abusado sexualmente da vítima. Mesmo machucada, a mulher conseguiu fugir e sobreviver e procurou a Polícia Civil.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado para a cadeia pública de Rio Branco do Sul, onde segue à disposição da justiça.

Mecânico morre atingido por peça após ‘explosão’ em carro de competição