Um diretor de um colégio estadual de Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba, foi afastado das suas funções por ser suspeito de assediar sexualmente uma aluna de 17 anos. A estudante gravou áudios e repassou o caso para a ouvidoria da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (Seed).

+Leia mais! Rapaz a caminho da aula capota carro no Abranches. “Fui fechado!”

O áudio teria sido gravado em uma conversa entre os dois de aproximadamente meia hora. O assunto começa com dúvidas a respeito de uma transferência da aluna para Curitiba. Em determinado momento o assunto muda. “Vamos ter que fazer tudo bem protegido. Não gosto disso, mas fazer o quê? Imagina se daqui uns dias você aparece grávida?”, diz o homem no áudio.

E aí, Seed?

Em nota, a Seed informa que tanto a escola quanto o Núcleo Regional de Educação da Área Metropolitana Norte, que atende Itaperuçu, tomaram todas as providências cabíveis ao caso. O departamento jurídico da Seed foi acionado e será aberta sindicância a fim de apurar os fatos.

Canil com 82 cães de raça em situação insalubre é descoberto na Grande Curitiba