O último dos dois suspeitos de roubar uma loja de cosméticos em janeiro foi presos na manhã da última quarta-feira (12), por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Bruno Rodrigues Picoli, de 24 anos, foi encontrado em uma casa na Rua Belém, no bairro Hauer, em Curitiba. Ele teria cometido o crime na companhia de Leonardo Vicente da Silva, 23, quando teriam utilizado uma faca para render funcionários e clientes do estabelecimento.

+Leia mais! Agente de cadeia é preso em carro de luxo suspeito de facilitar fuga da PEP I

De acordo com a polícia, o crime aconteceu no dia 24 de janeiro, em uma loja de cosméticos na Avenida Marechal Floriano Peixoto, também localizada no Hauer. Conforme o relato de uma das vítimas, os suspeitos entraram na loja por volta das 10h pedindo informações. No momento em que a mulher de 43 anos respondia os rapazes, um deles sacou uma faca e a encostou no abdômen da vítima.

“Os suspeitos levaram aproximadamente R$ 50 em dinheiro e o aparelho de telefone celular da funcionária da loja”, contou o delegado-adjunto da DFR, Emmanoel David.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Toda a ação dos suspeitos foi registrada por câmeras de segurança instaladas no estabelecimento, segundo o delegado. Depois de analisar os arquivos em vídeo, os investigadores passaram a realizar diligências para averiguar a identificação dos suspeitos. “Leonardo foi reconhecido por uma das vítimas. Posteriormente, Bruno também foi identificado e nós representamos pela prisão de ambos”, revela David.

Em cana

Suspeitos estão presos na Delegacia de Furtos e Roubos, em Curitiba. Foto: Polícia Civil
Suspeitos estão presos na Delegacia de Furtos e Roubos, em Curitiba. Foto: Polícia Civil

O mandado de prisão foi expedido pela 8º Vara Criminal de Curitiba, mas Leonardo acabou preso pela Polícia Militar no dia 23 de maio, quando foi flagrado em um veículo roubado no município de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. Bruno permaneceu em liberdade até esta quarta-feira, quando teve o mandado de prisão cumprido.

+Leia mais! BMW decola ao se envolver em acidente em Curitiba! Veja!

Leonardo Vicente da Silva possui ficha criminal por dois roubos e furto tentado de veículo. Já Bruno Rodrigues Picoli não tinha passagens pela polícia. Ambos permanecem presos e à disposição da Justiça.

Vídeo: Cabo Daciolo (Patriota) quer derrubar todas as estátuas da Havan