enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Exclusivo!

Relatos aterrorizantes levam PM estuprador para a cadeia

Com riqueza de detalhes, uma das vítimas contou os momentos de terror que passou nas mãos do policial em uma rua deserta.

  • Por Lucas Sarzi

Um policial militar de 30 anos foi preso suspeito de estupro. A Tribuna do Paraná apurou, com exclusividade, que três vítimas já foram identificadas pelos policiais da Delegacia da Mulher (DM), que continuam apurando o caso. Em uma das ações, o homem foi violento e abusou da vítima mais de uma vez na mesma noite, com ameaças até mesmo de morte. A prisão é temporária e o PM foi encaminhado a um quartel da corporação.

O PM foi preso na sexta-feira (20) da semana passada, depois de uma série de denúncias que foram feitas à Delegacia da Mulher. A reportagem teve acesso a um dos boletins de ocorrência, que, com riqueza de detalhes, a vítima narra tudo o que passou nas mãos do homem.

Segundo a denúncia, ele conhecia as vítimas por um aplicativo de paquera. Uma das vítimas contou que, depois de alguns dias conversando com o PM, ela passou o celular e eles se encontraram pessoalmente dias depois. Nesse primeiro encontro, não houve nenhum indicio de que o homem a estupraria, pois eles apenas conversaram dentro do carro dele.

Um tempo depois, com muita insistência, a vítima aceitou sair novamente com o policial. Logo que a mulher entrou no carro dele, um Gol prata, o homem rodou com ela por mais de 20 minutos e parou numa rua deserta, sem casas e cheia de arvores, abaixou as calças e pediu que ela fizesse sexo oral nele, mas a moça recusou e ele a ameaçou dizendo que “se ela não fizesse teria consequências”.

Ameaça de morte

Ao se sentir ameaçada, a moça acabou fazendo o que o policial militar mandava e foi aí que ele teria ainda abusado dela por outras duas vezes na mesma noite, de todas as formas possíveis. Dentro do carro, o PM foi agressivo, teria perguntado a ela se “ela sabia o que ele estava fazendo” e disse que ele estava a estuprando “e que iria abusar da moça ela não poderia fazer nada”.

Mesmo com a moça chorando muito, ele a obrigou a manter relação sexual por mais uma vez e depois a ameaçou dizendo que ela não poderia contar a ninguém, principalmente porque seus familiares estariam em risco. À vítima, o PM disse que seria fácil para ele matá-la e que, como ela tinha “sido boazinha”, a levaria para a casa.

Antes de deixar a moça em casa, o homem pegou o celular dela e apagou as mensagens do whatsapp e também o contato, mas esqueceu de limpar as chamadas recebidas, o que foi um ponto importante para que a denúncia tivesse êxito. Ao denunciar o crime, a moça passou por exames e tratamento em um hospital de Curitiba.

Outras vítimas

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que o 20º Batalhão da PM cumpriu a determinação judicial em relação ao militar estadual. Além disso, segundo a PM, é de praxe estes tipos de casos seguirem em segredo de Justiça. A PM disse ainda que o 20º BPM continua contribuindo com a Justiça no esclarecimento dos fatos, prezando pela ampla defesa e o contraditório, mas que não compactua com desvios de conduta de seus integrantes.

A Polícia Civil confirmou que o PM foi preso de forma temporária e disse que o caso continua sendo investigado pela Delegacia da Mulher de Curitiba. O PM ainda não foi autuado, mas é investigado por estupro. Segundo a Polícia Civil, até agora três vítimas foram identificadas e denúncias podem ser feitas pelo telefone (41) 3219-8600.

Após ouvir por 5 horas esposa de gerente carbonizado, delegado segue investigações

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

21 Comentários em "Relatos aterrorizantes levam PM estuprador para a cadeia"


Cleiton Alves
Cleiton Alves
11 meses 16 dias atrás

A PM do Paraná é um exemplo para outros Estados. Às vezes oportunistas aparecem. Se for culpado, já está pagando pesado.

Mário
Mário
11 meses 14 dias atrás

Existem estados como Rio , aonde . Ou se rende, ou morre . Nego ganha 2.000 pau líquido pra trocar tiro com traficante e morrer , aí corrupção impera . 160
Policiais mortos em um ano e meio

Marcos Paim
Marcos Paim
11 meses 20 dias atrás

Tem que ver bem essa história aí. ..tá cheio de safhadas chupa cassetete oportunistas querendo ter o que comer prontas pra dar o bote. Segura firme guerreiro. A verdade vem a tona. Agora se vc for realmente culpado….cassetete no seu ass.

nick tricks
nick tricks
11 meses 15 dias atrás

Safada ou safado o NÃO deve ser respeitado! Tudo forçado é errado! Coincidência os relatos das vitimas? Ele mostra um perfil claro… é reincidente! Elas não perceberam? Elas se deixaram pelo medo? O que ele falou ou fez as deixou mais suscetíveis? Talvez! Agora, de fora, é muito fácil julgar, né?

Mário
Mário
11 meses 19 dias atrás

A verdade sempre vem à tona , por isso , foi aberto inquérito e concluído( tbm através do depoimento de varias vítimas ) que o elemento praticou o crime-sendo preso . Esse aí se ferrou. Preso e expulso

alexandre Alexandre
alexandre Alexandre
11 meses 20 dias atrás

Tem GMC assim também.

Fabiola Costa
Fabiola Costa
11 meses 21 dias atrás

O nome dele é Peterson e mora do Alto Boqueirao sempre teve histórico problemático de transtornos mentais e ainda assim ingressou na PM!

Nelson Alencar Portela Portela
Nelson Alencar Portela Portela
11 meses 21 dias atrás

Aí não guerreiro ,Agora vai sofrer na pele!FATOOO.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas