Em duas abordagens diferentes, com cerca de meia hora de intervalo apenas, pai e filho foram presos por embriaguez ao volante, na noite deste domingo (9), na BR-277, em Morretes, no litoral do Paraná.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a primeira abordagem aconteceu por volta das 22h, depois de uma equipe da Unidade Operacional Alexandra, em Paranaguá, perceber que o motorista de um Gol dirigia aparentemente bêbado pela rodovia.

+Leia também: Viagem de Uber que levaria 5 minutos passa de 40 e deixa curitibana assustada!

Logo adiante, no posto de Morretes, outra equipe da PRF realizou a abordagem e realizou teste do bafômetro, que apontou 0,70 miligrama de álcool por litro de ar expelido, mais do que o dobro do nível que, além da multa e da suspensão da carteira de motorista, também caracteriza crime de trânsito. O motorista, de 24 anos, ainda apresentava hálito etílico, olhos vermelhos e andar cambaleante.

Cerca de meia hora depois, o pai do motorista se apresentou no local da abordagem, dirigindo outro carro. Desconfiada das condições do pai, a mesma equipe da PRF também resolveu convidá-lo a fazer o exame o bafômetro, cujo resultado foi de 0,56 miligrama de álcool por litro de ar.

+Leia também: Com drogas escondidas dentro de boneca, mulheres são presas por tráfico

Ambos, pai e filho, foram presos em flagrante pelo crime de conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool. Eles estavam a caminho de Antonina, onde moram. Por coincidência, naquela data, se comemorava o aniversário de 54 anos do pai.

A pena é de detenção de seis meses a três anos. Além disso, os dois pagarão uma multa de R$ 2.934,70 e terão a carteira de habilitação suspensa por um ano. A PRF encaminhou os dois para a Delegacia da Polícia Civil em Morretes.

Trio encara a Rone e leva a pior: um morreu e dois foram presos em Pinhais