Em um dia, dois motociclistas foram flagrados colocando a própria vida em risco em rodovias do Paraná neste domingo (24). Um deles aconteceu na BR-277, no litoral do Estado, e o outro na BR-467, em Cascavel, Oeste do Paraná, mas somente neste segundo flagra o motociclista foi abordado e autuado. A multa pesou no bolso: quase R$ 3 mil.

O primeiro flagra aconteceu na entrada de Morretes, no litoral do Paraná, na BR-277. O vídeo, enviado à Tribuna do Paraná, foi feito por um passageiro que conseguiu registrar bem o momento em que um motociclista passa, no sentido a Curitiba, em cima da moto. Como não havia nenhuma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF) por perto, o homem não foi multado.

+Leia mais! Homem é fotografado instantes antes de ser morto brutalmente na RMC

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Deu ruim!

Mais tarde, já na região Oeste do Paraná, um motociclista se deu mal. Ele percorreu alguns quilômetros fazendo malabarismos em cima da moto, mas não imaginava que estava sendo flagrado por uma viatura da PRF que seguia logo atrás. Os policiais o seguiram por algum tempo até que ele foi finalmente abordado.

Conforme a PRF, os policiais passavam pela rodovia quando viram, logo a frente, o motociclista fazendo as manobras. Ele estava com os pés fora dos pedais da moto, numa manobra conhecida como “superman”, um tipo de manobra extremamente perigosa para o motociclista, que faz com que a pessoa fique deitada sobre a moto.

+Viu essa? Santana ‘voa’ a 200 km/h e motorista recebe muita de pelo menos R$ 800

Depois de se exibir e ser filmado pelos policiais que o seguiram, o motociclista foi parado. Os policiais verificaram toda a documentação da moto e do rapaz e, como estava tudo certo, ele foi apenas multado, mas pesou no bolso. Isso porque a manobra praticada pelo motociclista é considerada infração gravíssima, punida com a inclusão de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e um custo de R$ R$ 2.934.

Denuncie!

A PRF explicou que, por ser uma manobra perigosa, que coloca em risco não só o próprio motociclista, mas também outras pessoas que trafegam pelas rodovias, qualquer um pode denunciar. Ao perceber a infração, a pessoa deve registrar de alguma forma a situação (fotografando ou até mesmo filmando) e anotando o máximo de informações possíveis sobre o infrator (como a placa da moto, por exemplo). A denúncia pode ser feita em contato diretamente com o 191.

Curitiba pode ter mais de 20 bairros sem água já no começo da semana. Veja a lista!