Animais apreendidos nesta semana pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente estão sendo transferidos para uma chácara em Campo Magro, na região Metropolitana de Curitiba. No começo da semana, uma ação policial interditou um aviário localizado em Piraquara que deixava 167 animais em situação de risco.

O local não tinha alvará para funcionamento e nem médico veterinário responsável. Além disto, estava sujo, sem água e alimentação para os animais.

“Neste momento vamos levar estes animais que estavam sendo maltratados para uma chácara. O dono disse que, considerando que ele tinha mais de 10 anos de atuação, achava que estava tudo certo. Ele, porém, não contava com as denúncias. O dono foi autuado em flagrante, assinou termo de compromisso e teve que ser liberado por conta da legislação. Se ele quiser voltar a fazer esse tipo de estabelecimento, ele terá que fazer diferente”, explicou o delegado Matheus Laiola, que recentemente teve parte do seu trabalho contado pelos Caçadores de Notícias.

Entre os bichos, 21 cães de raças que estavam amarrados em correntes, oito peixes, 13 camundongos, nove porcos-da-índia, quatro pombas, 51 galos, 33 galinhas, um marreco, 17 coelhos, quatro pintinhos e seis patos.

+Caçadores! Aniversário do Bar do Alemão tem comemoração especial! Saiba como ter desconto!

Foto: Hedeson Alves/Tribuna do Paraná.
Foto: Hedeson Alves/Tribuna do Paraná.

Quarteto do crime é preso após investida dar errado em Santa Felicidade