Os economistas consultados pela pesquisa semanal Focus, divulgada hoje pelo Banco Central (BC), continuam apostando no movimento de queda do dólar. As projeções dos especialistas para a taxa de câmbio no final deste mês caíram de R$ 2,03 para R$ 2 02. A redução ocorreu a despeito do aumento da imprevisibilidade das ações do BC no mercado cambial.

Para o final de 2008, as estimativas de câmbio recuaram de R$ 2 12 para R$ 2,10. Esta foi a quinta queda consecutiva destas previsões, que estavam em R$ 2,17 há quatro semanas. As apostas de taxa média de câmbio para o próximo ano diminuíram, por sua vez, de R$ 2,11 para R$ 2,10.

Já para o fim de 2007, as projeções para o dólar não mudaram e ficaram estáveis em R$ 2,05. A estabilidade pôs fim a um período de duas semanas seguidas de baixa destas estimativas, que estavam em R$ 2,10 há quatro semanas. As projeções de taxa média de câmbio para este ano, por sua vez, caíram de R$ 2,07 para R$ 2,06.