enkontra.com
Fechar busca

Política

Investigações

Coordenador do Gaeco diz que há provas inegáveis contra Beto Richa

  • Por Eriksson Denk - especial para a Gazeta do Povo
Situação de Richa está complicada. Foto: Fernando Zequinão/Gazeta do Povo

O coordenador do Gaeco, Leonir Batisti, afirmou que a investigação que culminou na prisão do ex-governador Beto Richa (PSDB) e seus aliados começou em maio, quando Tony Garcia procurou o Ministério Público. “Ao contrário do que alardearam, não estamos investigando há quatro anos e teríamos segurado para posteriormente usar no momento eleitoral. Quero deixar muito claro que não aconteceu. Os fatos aconteceram a partir de maio”, afirmou.

“Reafirmamos que a legislação não impede. Somos pagos pela sociedade para fazer isso que estamos tentando fazer. Paradoxo é que algumas pessoas achem que temos que parar para depois. Jamais me prestaria a tal condição, iniciar alguma operação, ou buscar deliberadamente alguma investigação contra o partido verde, amarelo, azul”, disse, em frente à sede do Gaeco, onde alguns dos presos prestavam depoimento.

Em depoimento, na manhã desta sexta-feira (14), o tucano preferiu permanecer calado a respeito das acusações que pesam sobre sua pessoa. Ainda assim, Batisti diz que há provas inegáveis contra o ex-governador. “Os investigados têm a possibilidade legal de não falar nada, de contar a mesma versão, é um direito”, disse. “O Pepe Richa não disse nada, outras pessoas admitiram algumas coisas que a rigor não é possível negar e acrescentaram algumas informações. Não temos como detalhar nesse momento”.

Beto e Fernanda deixam sede do Gaeco após depoimento tentando esconder o rosto. Foto: Alexandre Mazzo / Gazeta do Povo

Beto e Fernanda deixam sede do Gaeco após depoimento tentando esconder o rosto. Foto: Alexandre Mazzo / Gazeta do Povo

+Leia mais: Casal Richa segue preso após habeas corpus ser negado por desembargador

“Algumas pessoas têm como esporte criticar o Ministério Público, inclusive pessoas de alta representatividade na República. Nós, quando avaliamos a circunstância, sabemos que haverá repostas. Tudo o que fazemos, fazemos determinados dentro da legalidade absoluta. Não tem partido, não tem cor. Ruim que tenha sido nesse momento, mas fizemos tudo o que podemos enquanto promotores”, apontou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Andamento dos depoimentos

O Gaeco não adiantou se deve pedir nova prisão dos investigados e não adiantou quando Joel Malucelli deve depor. “Estamos recebendo a cada momento novas informações, para avaliar qual é o próximo passo”, informou Leonir. Ele também confirmou que os empresários presos são investigados por fraudar a licitação do programa Patrulha no Campo.

Quem é o juiz que mandou prender Beto Richa e seus aliados

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

11 Comentários em "Coordenador do Gaeco diz que há provas inegáveis contra Beto Richa"


pedrinho
pedrinho
9 dias 7 horas atrás

tico tico solto…..kkkkkkkkk…os chupins estão em festa…..kkkkkk…só depende de nós, povo paranaense…temos de tirar esse lixo do fóro privilegiado, ou seremos os maiores palhaços da nação….s r n do maior….

Aldemir
Aldemir
9 dias 8 horas atrás

Ai no STJ atraves do maior safado deste pais ( gilmar mendes) manda soltar……daqui pouco menos de 1 mes o Richa se elege senador e ganha novamente FORO PRIVELIGIADO…..e ai oque aconteçe ???? o processo começa do Zero… EITA MEU BRASIL !!!!!!

Cláudio
Cláudio
9 dias 23 horas atrás

No portal G1 Celso Frare já ta até devolvendo grana do esquema.
A casa caiu.

Cláudio
Cláudio
9 dias 23 horas atrás

Prorroga o pedido por mais 5 dias.
Tem que buscar informações.
Tem amiguinho disputando e querendo a cadeira que ele estava quando lesou o povo paranaense.
Tem amiguinho querendo “romper” as relações que até ontem eram muito próximas.

Solon da Silva Brasileiro
Solon da Silva Brasileiro
9 dias 23 horas atrás

Só elogiando para o comentário ser aceito.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas