O procurador-geral da República, Roberto Monteiro Gurgel Santos, deu parecer contrário ao recurso apresentado pelo deputado Antonio Belinati (PP) contra a cassação do registro de sua candidatura à Prefeitura de Londrina.

Para o procurador, Belinati deve ser considerado inelegível. A ministra Ellen Gracie terá de decidir, agora, o futuro de Belinati, que pode ficar impedido, inclusive, de disputar as eleições deste ano.