O horário da propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de rádio e televisão começa na próxima terça-feira, dia 17. Tido pelos candidatos a prefeito como o meio mais eficiente de fazer sua mensagem chegar ao eleitor, o programa eletrônico vem se transformando no ponto alto das eleições pelas coordenações de campanha que cercam suas produções, pelo menos a estréia, de muito suspense. Os programas dos candidatos a prefeito vão ao ar às segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras e os candidatos a vereador aparecerão às terças-feiras, quintas-feiras e no sábado. Domingo é dia de folga. São duas vezes por dia, em blocos de trinta minutos. Na TV, às 13 horas e às 20:30, e no rádio, às 7 e às 12 horas.

Em Curitiba, o primeiro dia da propaganda eleitoral na televisão será aberto pelo candidato do PSDB a prefeito, Beto Richa (PSDB), conforme sorteio do Tribunal Regional Eleitoral. O coordenador da campanha tucana, Fernando Ghignone, não revela os custos do programa que está sendo produzido pela empresa do publicitário Hiran Pessoa de Mello. Ghignone disse que nos 7min18 seg, Beto vai mostrar suas propostas de forma simples e despojada. “Nós vamos mostrar de tudo um pouco, mas o principal é que o Beto conhece bem Curitiba e esse é o nosso ponto forte. Será um programa simples, para cima e sem ataques aos adversários. Esse deveria ser o formato do programa de qualquer candidato que postula um cargo público”, disse Ghignone.

O luxo do programa tucano será a aparição de lideranças nacionais do PSDB, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o candidato a prefeito de São Paulo, José Serra, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Segundo o coordenador de campanha, também serão exibidos depoimentos de empresários, artistas, técnicos, cientistas e intelectuais.

Dono da maior fatia do horário (8min57seg), o candidato do PT, deputado estadual Angelo Vanhoni, será o segundo a aparecer no primeiro dia. A concepção do programa, guardada a sete chaves, é de Duda Mendonça, considerado um mago da publicidade eleitoral. Responsável pela campanha vitoriosa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2002, a agência Duda Mendonça Propaganda mandou para Curitiba uma equipe chefiada pelo jornalista paulista Dante Matiussi para cuidar da propaganda petista. Duda Mendonça veio algumas vezes à cidade e seu trabalho já pode ser conferido na criação do slogan “Tá Na hora Curitiba” e no jingle da campanha.

Conforme a assessoria de Vanhoni, a linha do programa será propositiva e terá algumas estrelas de apoio. Algumas domésticas, como o governador Roberto Requião (PMDB), que já gravou sua participação na semana passada, e outras de Brasília, como os ministros petistas da Fazenda, Antonio Palocci, e da Casa Civil, José Dirceu. Mas os militantes anônimos e candidatos a vereador também foram chamados para as gravações em um cenário montado na Avenida Anita Garibaldi. As cenas, com o candidato a prefeito em clima de confraternização popular, podem entrar no programa de abertura.

O programa do candidato do PFL, Osmar Bertoldi, terá o terceiro maior tempo. São 4min2seg. A campanha de Bertoldi está a cargo da Deiró Produtora. O coordenador de marketing, Claudio Loureiro, definiu assim o trabalho de vídeo: “será uma campanha limpa, honesta e transparente. A medição de qualidade de um programa é quando o telespectador pensa “puxa já acabou”. O nosso programa vai ser assim”, disse.

Loureiro afirmou que renovação é a palavra chave da propaganda eleitoral deste ano. “Está eleição é renovadora. Nenhum dos caciques políticos locais estão participando diretamente da campanha”, comentou. O responsável pelo marketing pefelista disse ainda que o programa vai usar poucos truques visuais. “Ninguém consegue enganar o povo”, provocou.

Os novos tempos dos candidatos

Candidato

Partido/Coligação

HEG

Achiles Ferreira Jr.

PTC

46s15c

Angelo Vanhoni

Tá na Hora Curitiba (PT / PMDB / PcdoB / PCB / PTB / PSC)

8m57s49c

Avenir Rosa

PRTB

46s15c

Beto Richa

Curitiba Melhor Pra Você (PSDB / PSB / PTN /PP/PDT/PSL/PAN/Prona)

7m18s27c

Danilo D?Avila

PT do B

46s15c

Gilberto Félix

PSTU

46s15c

Jorge Luiz de Paula Martins

PRP

46s15c

Leopoldo Campos

PSDC

46s15c

Mauro Moraes

PL

1m54s65c

Melo Viana

PV

57s96c

Osmar Bertoldi

PFL

4m02s21c

Pedro Manoel Neto

PMN

48s51c

Rubens Bueno

Coligação do Voto Limpo (PPS-PHS)

1m21s58c

Criatividade para driblar tempo curto

Entre os candidatos que terão pouco menos ou mais de um minuto, a preocupação é tentar compensar o escasso tempo disponível com criatividade. Mauro Moraes, do PL, tem 1min54seg e promete uma campanha modesta. Mas tratou de garantir um depoimento do vice-presidente da república, José Alencar. A campanha de Mauro está sendo feita por cinco empresas curitibanas, entre elas, a JL Comunicação, Visão e SeteSom CineVídeo. “O programa vai reproduzir o estilo de trabalho que enfatiza o corpo-a-corpo com o eleitor. A originalidade vai estar nas propostas”, explicou o candidato.

O candidato do PPS, Rubens Bueno, tem apenas 1,21 min. “É um desafio fazer uma campanha com este tempo. Mas a forte presença do Rubens no vídeo é o nosso trunfo”, disse o coordenador de marketing, Eduardo Jaime. A campanha de Rubens está sendo feita por cinco agências e um comitê de marketing que, por meio de uma pesquisa junto aos eleitores, identificou que a imagem do candidato tem mais efeito do que sofisticadas peripécias visuais. “A pesquisa mostrou que quando o Rubens entra no ar, ele chama a atenção porque tem sempre algo a dizer. Ele consegue passar uma mensagem programática e política de forma eficiente”, disse o coordenador de marketing.

O PPS, entretanto, não vai dispensar convidados para alavancar o programa. Um deles é o apresentador Ratinho, do SBT, que vai colocar sua empatia com uma faixa específica do eleitorado a serviço de Bueno. Pai do deputado estadual Ratinho Junior, do PPS, o apresentador decidiu dar uma mão na campanha majoritária do partido e vem comandando alguns dos comícios realizados até agora. O material será exibido no programa eleitoral, que também vai contar com a participação da atriz Elizabeth Savala. Ela está ajudando Bueno a formatar as propostas para a área de cultura e virá a Curitiba no próximo dia 25 para gravar seu depoimento para o programa.

O PV estará espremido em 57 segundos. Mas o tempo não assusta ao coordenador-geral da campanha do candidato a prefeito Melo Viana. “Para nós, é tempo mais do que suficiente já que vamos focar nosso programa nas nossas propostas e no nosso candidato a prefeito. Os outros candidatos têm bastante tempo, mas vão encher o programa com videoclip. De nada adianta”, disse Zorba Mestre.

A propaganda de Melo Viana está sendo feita pela produtora Azrael Filmes. Como o dinheiro, assim como o tempo, é curto, o PV está explorando os talentos artísticos do próprio candidato para seus programas. Os roteiros e a concepção das inserções e de toda a propaganda em rádio e televisão foram criados por Viana, que usou seus conhecimentos de designer e artista plástico para embalar suas propostas. (EC)