enkontra.com
Fechar busca

Política

Preventiva!

Beto Richa é preso pelo Gaeco na manhã desta terça-feira!

  • Por Giulia Fontes - Gazeta do Povo
Foto: Marcelo Andrade/Arquivo/Gazeta do Povo
Foto: Marcelo Andrade/Arquivo/Gazeta do Povo

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso pela terceira vez na manhã desta terça-feira (19), por determinação do juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9ª Vara Criminal de Curitiba, onde estão abrigados os processos derivados da Operação Quadro Negro. Para o Ministério Público do Paraná (MP-PR), Beto Richa comandava a organização criminosa que realizou desvios na construção de escolas.

A operação que resultou na prisão do tucano foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), um braço do MP, e foi batizada de “Entre Amigos”.

Além do ex-governador, também foram presos Ezequias Moreira, que foi secretário especial de Cerimonial e Relações Internacionais no governo do Paraná, durante a gestão do tucano; e Jorge Atherino, empresário ligado a Richa.

Motivos da prisão

A prisão contra Richa é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. O procurador de Justiça Leonir Batisti, coordenador estadual do Gaeco, explicou que as prisões foram realizadas por atos de obstrução de justiça. As tentativas de impedir o avanço das investigações, segundo o MP, passaram por encontros e pagamento de uma mesada ao ex-diretor da Secretaria de Educação, Marício Fanini.

O próprio ex-governador teria se encontrado com Fanini para pedir que ele não revelasse fatos envolvendo o esquema de desvio na construção de escolas. “A tentativa era de convencimento para que ele se mantivesse firme, que continuasse com as relações de amizade e não expusesse os fatos”, explicou Batisti. Os atos para obstruir a justiça começaram em 2015 e foram até 2017, ainda segundo o MP.

Fanini fechou acordo de colaboração premiada com o Ministério Público do Paraná, que foi homologado pelo Tribunal de Justiça. De acordo com Batisti, ele relatou, em depoimento, os encontros com o ex-governador e os pedidos para que os fatos não fossem revelados.

Busca e apreensão

Também foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (19). As buscas estão sendo realizadas nas residências de Richa, Atherino e Moreira e em dois imóveis da família Richa no litoral, em Matinhos (PR) e Porto Belo (SC).

De acordo com Batisti, foram apreendidos mil dólares, além de “objetos de luxo” – joias, relógios e canetas, que teriam sido comprados com recursos desviados por meio do esquema.

Richa foi preso no apartamento onde mora, no bairro Mossunguê, em Curitiba, e levado à sede do Gaeco, no Ahú. Ele passará por exames no Instituto Médico Legal (IML) e depois, de acordo com Batisti, será levado para o Complexo Médico Penal, em Pinhais.

O Gaeco ofereceu, na semana passada, denúncia contra Richa, Moreira e Atherino por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Fernanda Richa, esposa do ex-governador, também foi incluída na denúncia.

Gaeco prende ex-governador pelo âmbito da operação Quadro Negro. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo.

Gaeco prende ex-governador pelo âmbito da operação Quadro Negro. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo.

Defesa de Beto Richa fala em “perseguição”

A defesa do ex-governador se pronunciou por meio de nota. O texto é assinado pelo advogado Guilherme Brenner Lucchesi.

Veja a nota na íntegra:

“A defesa de Carlos Alberto Richa esclarece que a determinação de prisão exarada hoje não traz qualquer fundamento. Tratam-se de fatos antigos sobre os quais todos os esclarecimentos necessários já foram feitos. Cumpre lembrar que as fraudes e desvios cometidos em obras de construção e reforma de colégios da rede pública de ensino foram descobertos e denunciados pela própria gestão do ex-governador Beto Richa. Por orientação do ex-governador, no âmbito administrativo, todas as medidas cabíveis contra os autores dos crimes foram tomadas. A defesa repudia o processo de perseguição ao ex-governador e a seus familiares; todavia, segue confiando nas instituições do Poder Judiciário”.

Por que Beto Richa foi preso das outras vezes?

Esta é a terceira vez que o ex-governador é preso. A primeira foi em setembro do ano passado, em um desdobramento da Operação Rádio Patrulha, também do MP-PR. A investigação se debruça sobre suspeitas de fraudes relacionadas ao programa Patrulha no Campo, destinado à conservação de estradas rurais no Paraná.

Na ocasião, Richa foi solto por uma decisão de Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro também concedeu um salvo-conduto ao ex-governador, de modo que Richa não pudesse ser preso novamente pelos mesmos fatos.

Já a segunda prisão, que ocorreu em janeiro deste ano, foi solicitada pelo Ministério Público Federal no âmbito da Operação Integração. A investigação diz respeito ao favorecimento de concessionárias de pedágio no Paraná em troca de vantagens indevidas. Na época, o juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro se baseou na existência do que considerou serem fatos novos para driblar o salvo-conduto de Mendes.

Dias depois, Richa foi novamente solto, por uma decisão proferida pelo ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

E o salvo-conduto de Gilmar Mendes?

Na última sexta-feira (15), o ministro Gilmar Mendes concedeu um novo salvo-conduto a Richa e também à ex-primeira-dama, Fernanda Richa; e a um dos filhos do casal, André Richa. A decisão, entretanto, se refere a fatos relacionados à Operação Integração – e, por isso, não se aplica ao caso que resultou na nova prisão do tucano.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Pais são surpreendidos com trigêmeos e agora eles precisam de ajuda!

 

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

64 Comentários em "Beto Richa é preso pelo Gaeco na manhã desta terça-feira!"


jurandir Roedel
jurandir Roedel
3 meses 25 dias atrás

bandido desse porte e incluindo Gilmar Mendes deveriam ir para um complexo de segurança máxima….

Tiago Ribas
Tiago Ribas
3 meses 26 dias atrás

O celular do Gilmar Mendes deve estar recebendo uma boa quantidade de ligações preciosa dos advogados do Betinho, amanhá até as 18 vem uma nova canetada do STF

Marcos Lopes
Marcos Lopes
3 meses 26 dias atrás

Habeas corpus do gilmar amanhã antes do almoço, lidera as apostas

Nelson Mendes
Nelson Mendes
3 meses 26 dias atrás

Uma coisa que gostaria de saber é aquela estória da filial do Hospital Sírio Libanês aqui em Curitiba. Como ficou? Alô Gazeta! É possível uma reportagem investigativa desse fato? O que aconteceu com aquele terreno?

Cláudio
Cláudio
3 meses 26 dias atrás

Já estamos a 6 horas sem um habeas corpus do GM para o Beto tico tico.

1 2 3 10
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas