enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Pescada-branca

Em dia de sorte, pescadores de Matinhos pegam uma tonelada de peixes de uma só vez

Grande quantidade de peixes surpreendeu até os pescadores mais experientes

  • Por Durval Ramos - Gazeta do Povo
Foto: Colaboração/Almir Alves/Matinhos Agora

A segunda-feira (06) foi bastante produtiva para um grupo de pescadores de Matinhos, no Litoral do estado. A bordo do barco Energia Positiva II, eles pegaram nada menos do que uma tonelada de pescada-branca, um peixe considerado de difícil captura na região e de alto valor comercial — e tudo isso sem querer.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Dono da embarcação, Osmar Machado explica que a “pescaria abençoada”, como ele mesmo chama, aconteceu por causa de uma série de acasos. Segundo ele, a pescada-branca é um tipo de peixe que fica em regiões mais profundas e que, por isso, era preciso de uma rede de fundo, específica para esse tipo de pescaria e que, em média, consegue pegar entre 20 e 30 quilos de peixes. No caso, a tripulação do barco estava com uma rede de cerco, capaz de pegar grandes quantidades, mas apenas quando os cardumes estão mais à superfície.

Foto: Colaboração/Almir Alves/Matinhos Agora

Foto: Colaboração/Almir Alves/Matinhos Agora

Por estarem com este tipo de rede, os pescadores do Energia Positiva II se prepararam para pegar outro peixe. “Eles miraram na cavala e acertaram a pescada”, conta Machado, que não participou da pescaria por causa de um machucado, mas que acompanhou toda a ação via celular. Assim, com um único arremesso de rede, eles tiraram uma tonelada de peixe.

+ Leia mais: Após mais de cinco anos, obras da Copa seguem inacabadas na Grande Curitiba

Segundo Machado, essa não é a primeira vez que um lance de sorte desse tipo acontece. “Há alguns anos, meu irmão conseguiu 3,2 toneladas de pescada-branca assim”, diz. Porém, ele destaca que é muito raro que esse tipo de coisa aconteça — coisa de duas ou três vezes por ano. “É quase uma loteria entre os pescadores”.

E a comparação faz sentido também no bolso. De acordo com o dono do Energia Positiva II, a pescaria abençoada de segunda-feira rendeu nada menos do que R$ 15 mil para o grupo. “Em um dia normal, a média de peixe que a gente pega varia de 80 a 150 quilos — coisa de R$ 1 mil. Mas tem dias que não pegamos nada, então a pescaria de ontem compensou bastante”, desabafa Machado.

Dividindo os peixes

Foto: Colaboração/Almir Alves/Matinhos Agora

Foto: Colaboração/Almir Alves/Matinhos Agora

Quando se deram conta de que tinham pegado algo muito maior do que esperavam, os pescadores a bordo do Energia Positiva II precisaram chamar ajuda — foi quando outro barco entrou em cena, o Canoa Abençoada.

+ Leia mais: Antiga fábrica de cerveja vai virar a ‘Cidade da Polícia’ em Curitiba

E os nomes sugestivos realmente fizeram diferença, já que o segundo barco conseguiu pegar mais uma tonelada de peixes, entre pescadas, cavalas e bagres. “Quando eles voltaram, já tinha muita gente esperando na praia. E todo mundo que ajuda, leva um peixe para casa”, conta.

Machado explica que esse compartilhamento é uma tradição dentro da comunidade pesqueira de Matinhos. “A gente tem que não pode negar peixe para ninguém. O peixe é uma bênção. Eu prefiro dar e receber um ‘Deus que abençoe’ para que a próxima pescaria realmente seja abençoada”.

Motoristas do Uber e outros apps aderem à greve e devem parar nesta quarta-feira

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

17 Comentários em "Em dia de sorte, pescadores de Matinhos pegam uma tonelada de peixes de uma só vez"


Blazy  of Glory
Blazy of Glory
1 mês 12 dias atrás

sempre usei minha vara para pescar outras coisas…kkkkk

Lasca Denovo
Lasca Denovo
1 mês 12 dias atrás

Incrível. A pesca artesanal se dá igual era no neolítico…

Lutador Antifascista
Lutador Antifascista
1 mês 12 dias atrás

Você sabe o que é pesca artesanal? Eles usaram uma rede de cerco que é imensa, eles não usaram varas e armadilhas para pegar uma tonelada de peixe não meu caro. Leia antes de comentar bobagem!

tobias mattos
tobias mattos
1 mês 11 dias atrás

É pesca artesanal sim, procure a definição da internet. Agora o amigo de cima se engana falando que é igual no neolítico. A rede é de fato imensa e pesada, tem que se fazer o cerco e arrastar toneladas, coisa que só é possível fazer com barco a motor. Portanto, não é “igual era no neolítico”.

Lutador Antifascista
Lutador Antifascista
1 mês 12 dias atrás

Dia abençoado? Sorte? Que nada, isto se chama demonstração que se a natureza for respeitada ela dá retorno, mesmo o homem não merecendo. Se respeitarem a época de reprodução e desova do peixes, se não jogar poluentes e lixo nas águas, sempre haverá peixes, mas se pescar tudo e poluir não tem NADA!

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
1 mês 12 dias atrás

os caras são bons mesmo, esses dias fui pescar só consegui pegar uma piranha… e era a tua mãe ainda

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Blazy  of Glory
Blazy of Glory
1 mês 12 dias atrás

com essa varinha pequena vc não vai pegar nada mesmo.kkkkkk

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
1 mês 11 dias atrás

por isso que ando sempre com vintão no bolso kkkkk

Aldemir
Aldemir
1 mês 12 dias atrás

Um ” HOMEM ” na beira da praia gritou !!!!! JOGUEM A REDE DO LADO DIREITO DA BARCA, está ai o resultado.

Lutador Antifascista
Lutador Antifascista
1 mês 12 dias atrás

Ninguém disse isto nesta pescaria, isto é coisa de CRENTE FANÁTICO querendo ROUBAR os créditos da pescaria dos outros. Agora volta pro teu quartinho e volta a orar para as paredes, quem sabe te respondam um dia…kkkkkk…Você como ótimo cristão orou pela boa pescaria destes senhores? Claro que não!

Opressor Forever
Opressor Forever
1 mês 12 dias atrás

AH QUE ISSO ELAS ESTÃO DESCONTROLADAS!!! vai transar um pouco pra passar esse seu estresse, já que a maconha que vc fuma não ta fazendo efeito…. se vc não é feliz, deixa os outros serem felizes o seu arrombado

Lutador Antifascista
Lutador Antifascista
1 mês 12 dias atrás

Opressor Forever?!? Não tinha um apelido mais VIA-DO para um nazistinha de MER-DA?… kkkkkkkkk… Você tem razão, vou desestressar, vou pegar o baseado e colocar no teu cúuuu, depois coloco meu pau na tua boca e ai bombeio para ver se consigo puxar o baseado e encher de fumaça teu intestino!…kkkkkkkkkk

Flavio Steiner
Flavio Steiner
1 mês 12 dias atrás

Que os pescadores usufruam bem da ótima pescaria. Mesmo que tenha alguns ot/ár/ios, gente com dois nomes iguais, agourando. Mas a gente entende. Não tem a menor ideia do que é defeso. Inveja mata, f.f. Deve ser daquelas pessoas que, não consegue nada para si e morre de inveja dos outros. Coitado.

Lutador Antifascista
Lutador Antifascista
1 mês 12 dias atrás

Nazistas não entendem de pescaria, eles entendem de preconceito, discriminação, ódio, separação, dor, racismo, etc. Aqui não tem notícia sobre Bolsonaro, Trump ou Hitler, então porque um Steiner está aqui despejando seu lixo fétido? Porque todo nazista de mer-da acha que sabe alguma coisa… kkkkkkk

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas