Quando os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram, em 5 de dezembro de 2019, que o pagamento de pensão especial a ex-governadores e viúvas era inconstitucional, acabaram decidindo também que R$ 4 milhões seriam poupados anualmente dos cofres do governo do Paraná.

É que cada um dos oito ex-governadores – independentemente do tempo em que ficaram no cargos, sendo que alguns foram poucos dias – recebe R$ 30,4 mil por mês. Por ano, a pensão representa R$ 396 mil em valores brutos para cada beneficiário, considerando também o 13º salário. Duas viúvas também recebiam o mesmo valor e uma tinha benefício menor.

+ Leia mais: Proposta de novo limite territorial tiraria de Curitiba parte do parque de São José dos Pinhais

Mesmo com a decisão do STF, a pensão especial foi paga em dezembro e janeiro, em função do processo de notificação formal. Contudo, o governo estadual informou que o pagamento será interrompido a partir de fevereiro.

Veja quem são os 8 ex-governadores que recebem a aposentadoria:

  • Paulo Pimentel, que foi governador do Paraná entre 13 de janeiro de 1966 e 15 de março de 1971
  • Emilio Hoffmann Gomes, que foi governador do Paraná entre 11 de agosto de 1973 e 15 de março de 1975
  • João Elísio de Ferraz Campos, que foi governador do Paraná entre 9 de maio de 1986 e 15 de março de 1987
  • Roberto Requião, que foi governador do Paraná entre 15 de março de 1991 e 2 de abril de 1994; e de 1 de janeiro de 2003 e 1 de abril de 2010
  • Mário Pereira, que foi governador do Paraná entre 2 de abril de 1994 e 1 de janeiro de 1995
  • Jaime Lerner, que foi governador do Paraná entre 1 de janeiro de 1995 e 1 de janeiro de 2003
  • Orlando Pessuti, que foi governador do Paraná entre 1 de abril de 2010 e 1 de janeiro de 2011
  • Beto Richa, que foi governador do Paraná entre 1 de janeiro de 2011 e 6 de abril de 2018

Quem são as três viúvas de ex-governadores que recebem a “pensão”:

  • Rosi Costa Gomes da Silva (viúva de Mario Gomes da Silva, que foi interventor federal entre 7 de outubro de 1946 e 6 de fevereiro de 1947). Ela recebe R$ 5,3 mil, valor menor que os demais.
  • Madalena Gemieski Mansur (viúva de João Mansur, que foi governador do Paraná entre 11 de julho e 11 de agosto de 1973, por conta da morte do titular)
  • Arlete Richa (viúva de José Richa, que foi governador do Paraná entre 15 de março de 1983 e 9 de maio de 1986)