Mal começou a Operação Verão e casos de afogamento já ocorreram no Litoral do Paraná, neste fim de ano. O primeiro caso, no entanto, não foi uma situação de veraneio, envolvendo turistas, e sim uma enxurrada, que levou embora um morador de Guaraqueçaba. O outro caso, apesar de suspeitar-se de uma situação de afogamento, ainda está em fase de busca e salvamento.

+ Leia mais: Que calor! Veja 5 piscinas abertas ao público em Curitiba e região

Conforme a Polícia Militar, este primeiro caso aconteceu ainda na madrugada de sexta-feira (21), data em que foi aberta a Operação Verão. O fato ocorreu na localidade de Taguaçaba, no município de Guaraqueçaba.

Por causa das fortes chuvas, um rio que passa na região subiu. O homem de 51 anos, não se sabe por qual motivo, saiu de casa de madrugada. Ele não viu a água e foi arrastado pela enxurrada. O corpo dele foi encontrado horas depois, pelo Corpo de Bombeiros, a dois quilômetros da residência dele.
Caiobá.

+ Leia mais: Caminhão com carga de coco capota na BR- 376 e motorista morre na hora

Caiobá

O outro caso – o primeiro de busca e salvamento da temporada – ocorreu por volta das 10h40 de sábado (22), em Caiobá. Conforme a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, um rapaz de 18 anos, que estava hospedado na casa de uma tia, foi para a praia e sumiu no mar. Imediatamente oito bombeiros começaram as buscas e logo foram auxiliados por uma moto aquática, uma lancha e um helicóptero, das forças de segurança pública. Houve um intervalo nas buscas durante a noite e elas recomeçaram neste domingo (23), logo cedo, com barcos e um helicóptero. No entanto, até o início da tarde, o rapaz ainda não havia sido localizado.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Acidente na região do ‘Trevo da Morte’ deixa duas pessoas em estado grave