Máquinas fotográficas montadas por pesquisadores do flagraram uma onça-pintada na Mata Atlântica do Litoral do Paraná. A imagem foi feita no último dia 12 de agosto e as imagens foram compartilhadas nesta quinta-feira (3) pelo Programa de Monitoramento de Grandes Mamíferos na Grande Reserva Mata Atlântica em parceria com a Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS).

+Leia também: Cachorro maltratado em vídeo é resgatado e dono autuado na Grande Curitiba

O animal que teve o passeio registrado é um macho adulto. O flagra foi comemorado por pesquisadores, já que se trata de um acontecimento raro. A estimativa éde que a Mata Atlântica paranaense tenha cerca de 250 onças-pintadas.

O conjunto é reduzido, mas mostra tendências de crescer graças ao grau de proteção significativo que existe na área – resultado do trabalho de Unidades de Conservação públicas e privadas e das fiscalizações rotineiras do Batalhão de Polícia Ambiental.

+Leia também: Obra da Copel pode deixar 27 bairros de Curitiba e região sem água no fim de semana

Em agosto de 2018, pela primeira vez em 20 anos, um casal de onças-pintadas foi registrado na mesma região. De acordo com o SPVS, pela análise feitas nas marcas do corpo da onça filmada em 12 de agosto é possível afirmar que não se trata de um dos filmados como casal no ano passado.

*Vídeo do Programa de Monitoramento de Grandes Mamíferos na Grande Reserva Mata Atlântica

Maior felino das Américas

Considerada criticamente ameaçada de extinção na Caatinga e na Mata Atlântica pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a onça-pintada é o maior felino das Américas. Elas chegam a pesar 135kg e medir até 2,7 metros, sendo o terceiro maior felino do mundo (perdendo apenas para tigres e leões).

Tá vendo esse filhotinho fofinho? Ele já está sendo treinado pela PM pra caçar bandidos!