enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Licitação na Rodoviária entra na fase de habilitação

Foram abertos envelopes das três classificadas para cada espaço licitado

A primeira licitação já realizada para ocupação de lojas na rodoviária entrou em uma nova etapa, a fase de habilitação, com a abertura, nesta terça-feira (10) em sessão pública, dos envelopes de documentação para habilitação dos concorrentes.

Foram abertos envelopes das três primeiras classificadas para cada espaço licitado. A partir de agora, a comissão de licitação da Urbs vai analisar a documentação e após a publicação do resultado será aberto prazo para recurso. A previsão é que, se não houver interposição de recurso, todo o processo de licitação esteja encerrado até meados de janeiro.

A licitação foi aberta no dia 4 de novembro com o recebimento dos envelopes de proposta técnica e documentação para habilitação das empresas. Foram apresentadas 217 propostas com os valores de outorga e permissão de uso. As propostas vencedoras serão as que oferecerem maior valor de outorga e permissão de uso, o que deve gerar uma arrecadação de R$ 7,2 milhões – dez vezes mais do que o valor o mínimo definido pelo edital, publicado em 2 de outubro deste ano.

A licitação, no tipo concorrência pública, regulariza a ocupação de lojas e serviços na Rodoviária, adequando a exploração comercial destes espaços às determinações legais e resolvendo um problema que se arrasta há décadas. Os espaços foram ocupados na década de 1970, sem licitação.

Estão sendo licitados espaços para guarda-volumes; lanchonetes, livraria e revistaria, cafeteria, farmácia, cyber café, salão de beleza, perfumes e cosméticos, artesanato e produtos de couro, como bolsas, carteiras, malas e acessórios. Os espaços mais disputados são as três lanchonetes – 111 propostas no total; cafeteria, com 37 propostas e cyber café, com 25 propostas.

Até a instalação das lojas, a área de alimentação é atendida pela feirinha gastronômica que funciona na praça do chafariz, no estacionamento da frente. Neste mesmo espaço também funcionam os guichês de venda de passagens estaduais.

Os recursos arrecadados com a outorga e permissão de uso das lojas serão investidos na manutenção e operação da Rodoviária que, com a reforma, está ganhando novos equipamentos, como catracas eletrônicas, escadas rolantes, elevadores, plataformas elevatórias no acesso a uma das rampas de ligação entre os dois blocos e novos sistemas de fiscalização e controle operacional.

Modernizada, a Rodoviária também passa a contar com um novo plano de ocupação, elaborado pelo Ippuc e pela Urbs. Além dos espaços que estão sendo licitados agora, o plano prevê outras 20 lojas no bloco estadual, onde atualmente estão sendo feitas as obras de reforma.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas