enkontra.com
Fechar busca

Paraná

Solzão

Janeiro foi o mês mais quente da história em Curitiba

Com temperatura média acima dos 30ºC, mês de janeiro foi o mais quente que se tem registro na região de Curitiba

  • Por Redação / Tribuna do Paraná
Foto: Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo
Foto: Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo

A previsão do Simepar é de que fevereiro não seja tão quente em Curitiba quanto foi janeiro e é simples explicar o porquê. De acordo com dados levantados pelo Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), janeiro foi o mês mais quente no Paraná desde o instituto começou a efetuar o registro dos dados das estações meteorológicas do estado.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O Iapar revelou que uma massa de ar quente que permaneceu sobre a costa sudeste do Brasil bloqueou a circulação das frentes frias, o que fez as temperaturas superarem as médias históricas em vários locais do estado, inclusive em Curitiba e região.

De acordo com o Simepar, janeiro bateu o recorde de horas com termômetros acima dos 30ºC em Curitiba, com 86 horas. Reinaldo Kneib, meteorologista do sistema, revelou à Tribuna no começo de fevereiro que a média mensal para o mês – entre 1998 e 2013 – é de 14,6 horas com termômetros nessa casa e que apenas em quatro anos desde então os valores chegam a 24 horas acumuladas em um mês.

No total, com todo o acumulado de temperaturas altas, chuvas irregulares e estiagem, janeiro de 2019 terminou em Curitiba com temperatura média de 30,4ºC, o mais alto desde que os dados são computados oficialmente.

Presa mulher que lucrou meio milhão aplicando golpe no litoral

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

3 Comentários em "Janeiro foi o mês mais quente da história em Curitiba"


wyldner Junior
wyldner Junior
2 meses 10 dias atrás

Calor do inferno………….prefiro o frio..mas é bonito falar que gosta de calor.então 99% fala que gosta sem gostar

Rafael Pilha
Rafael Pilha
2 meses 11 dias atrás

Janeiro foi um inferno, meu barraco quase derreteu, teve um dia que ficou 35º dentro de casa, só ficava pelado em frente ao ventilador tomando ar nos “bagos”.

Capi Roto Galhardo
Capi Roto Galhardo
2 meses 10 dias atrás

Isso sim deve ser uma visão dos infernos

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas