Divulgação/CMC
Seleção para contratação na Câmara.

Dúvidas relativas ao endereço do local de prova deixaram muitos candidatos fora do concurso público da Câmara de Curitiba. A confusão se deu no início da tarde de ontem, em frente ao campus da Uniandrade na Rua João Negrão. Muitos candidatos só descobriram que as provas seriam no campus do Santa Quitéria quando chegaram no centro. Com isso, perderam a prova.

Segundo alguns candidatos, o problema aconteceu porque a Opet, organizadora do concurso, não colocou em seu site o endereço do campus da Uniandrade onde aconteceriam as provas. ?O ensalamento saiu no dia 21. Ali só constava que as provas seriam na Uniandrade, sem o campus e o endereço especificados?, disse o Rodrigo Dobkowski Mandryk, que disputaria uma vaga para telefonista.

Revolta

A dona de casa Marli Caetano, que acompanhava o filho de 20 anos, candidato a uma vaga para analista de sistemas, relatou a mesma situação. ?Como no ensalamento não constava o endereço, fui à Rua João Negrão, onde está o único campus da Uniandrade que conheço. Chegamos lá cedo, mas ficamos preocupados quando os portões não abriram na hora marcada, às 12h45. Só então meu filho e outros candidatos descobriram que as provas seriam no Santa Quitéria. Já era tarde e eu nem sabia como chegar lá?, lamentou.

Revoltada, a estudante Ana Carolina Placha, que também tentaria uma vaga para telefonista, afirmou que vai pedir reembolso dos R$ 40,00 pagos na inscrição do concurso. ?Estou indignada. Perdi meu dinheiro, perdi meu domingo e não consegui fazer as provas. Também fui para o campus da Uniandrade da João Negrão porque era o único que conhecia. Não sabia que existia outro e o endereço não havia sido especificado.?

Acusação

Ainda na tarde de ontem, os candidatos que perderam as provas entraram no site da Opet e tiveram a informação que a prova seria realizada no Santa Quitéria. Entretanto, acusaram a instituição de ensino de ter acrescentado o endereço do local ontem mesmo, depois de a confusão ter começado e muita gente ter ficado revoltada. ?O endereço foi colocado hoje (ontem). Não estava no site quando fui verificar meu ensalamento?, declarou Rodrigo.

Comissão nega as acusações

O presidente da comissão de concursos da Opet, Antônio Neto, negou as acusações dos candidatos. Segundo ele, o endereço do campus do Santa Quitéria foi divulgado na internet logo após a publicação do ensalamento. ?Prova disso é que muitas pessoas foram para o lugar correto?, comentou. O concurso oferecia 115 vagas para 16 funções na Câmara de Curitiba. De acordo com a Opet, 15.109 pessoas se inscreveram, sendo que 5.140 deveriam fazer prova na Uniandrade do Santa Quitéria. O presidente da comissão do concurso não soube informar quantos candidatos compareceram ao local.