O governo do Paraná autorizou na manhã desta quarta-feira (4) a realização de concurso público para a contratação de profissionais para a Polícia Militar, Polícia Civil e Departamento Penitenciário (Depen). Serão ofertadas 3.038 vagas.

Os cargos são para 2 mil policiais militares, 400 bombeiros militares, 50 delegados de polícia, 300 investigadores e 50 papiloscopistas da Polícia Civil, além de 238 agentes de cadeia.

+Leia também: Protesto de caminhoneiros é acompanhado pela PRF na região de Curitiba

O edital ainda será elaborado, porém a expectativa é de que o concurso ocorra ainda em 2019.

“É um volume grande de investimento em contratações para que possamos reforçar ainda mais a presença da polícia nas portas das escolas, nos bairros e nas cidades e fazer o Paraná referência em segurança pública”, disse o governador Ratinho Junior (PSD) no Quartel do Comando-Geral da Polícia Militar, logo antes de assinar o decreto de autorização para o lançamento do edital para o concurso público.

“Além da comunidade ser beneficiada com mais policiais militares, mas também para o policial que tem trabalhado nas ruas com escalas apertadas. Esses novos policiais darão mais tempo para que o policial de serviço tenha o tempo merecido de descanso”, comemorou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos.

+Leia também: Força Nacional é chamada após homem ser encontrado morto com as pernas amarradas

O governo do estado já havia aberto em agosto as inscrições de concurso público para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar. São 90 vagas para cadete policial militar e 20 para bombeiro militar. Os subsídios variam entre R$ 3.213,61 e R$ 4.139,14 durante o curso, podendo chegar a R$ 9.544,44 após a conclusão do curso e promoção ao posto de 2º Tenente.

Para esse concurso, os interessados devem fazer a candidatura pelo site do Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) até às 17h da próxima terça-feira (10). O valor da taxa de inscrição é de R$ 155.

Indicação de condutor pra recebimento de multa agora pode ser feita pela internet