Os casos de dengue no Paraná tiveram um aumento de 62,25%, segundo o primeiro boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Foram 5.343 casos confirmados, 2.050 a mais que o boletim de 17 de dezembro do ano passado. Ao todo a doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti foi confirmada em 160 municípios, outras 274 cidades têm notificações de dengue. A cidade em situação mais critica é Santa Isabel do Ivaí, com 746 casos.

Viu essa? Com caminhão especial, bombeiros controlam fogo em loja de Curitiba

Dos 160 municípios apontados pelo boletim, 15 estão em situação de epidemia. São eles: Juranda, Peabiru, Diamante do Norte e Guairaçá. Já estavam, e seguem em situação de epidemia, Nova Cantu, Quinta do Sol, Inajá, Santa Isabel do Ivaí, Ângulo, Colorado, Doutor Camargo, Floraí, Paranacity, Uniflor e Florestópolis.

Perigo em casa

O secretário de saúde do Paraná, Beto Preto, ressalta que 80% dos criadouros do mosquito da Dengue estão localizados nas casas e quintais. “Por isso é necessário uma verificação semanal. É um dever de todos como cidadãos”, disse. Segundo ele, o estado atua no combate à doença orientando a população por meio de campanha de prevenção. “Mas é preciso uma mudança de atitude no que diz respeito aos cuidados nos nossos domicílios, eliminando os criadouros do mosquito que transmite a dengue”, ressaltou.