Os ucranianos vão às urnas eleitorais neste domingo para escolher um novo Parlamento, que deve ser marcado por mudanças nos assentos em comparação ao legislativo associado ao presidente deposto Viktor Yanukovich.

A votação marca um capítulo final do legado de Yanukovich. O ex-líder foi deposto em fevereiro depois de meses de protestos, desencadeados pela decisão de suspender os planos de se aproximar da União Europeia. A decisão de Yanukovich fora tomada em troca de aprofundar as relações comerciais com a Rússia.

Ainda que cerca de 36 milhões de pessoas tenham sido registradas para votar neste domingo, a eleição não será realizada em áreas controladas por rebeldes separatistas pró-Rússia, no leste do país.

O partido do atual presidente, Petro Poroshenko, deve obter a maior parte dos votos, mas não é certo se o grupo será capaz de formar sozinho um governo. Outros partidos que devem ganhar assentos no Parlamento incluem o Frente Popular, do primeiro-ministro Arseniy Yatsenyk, e o Pátria, de Yulia Tymoshenko. Fonte: Associated Press.