Moscou, (AE) – O presidente russo, Vladimir Putin, decretou um dia de luto nacional em memória das vítimas do avião militar que caiu no mar com 92 pessoas a bordo neste domingo (25). Aparentemente não houve sobreviventes na queda do Tu-154 operado pelo Ministério da Defesa, que caiu no Mar Negro neste domingo minutos após decolar de Sochi.

A aeronave levava membros de um famoso coro do Exército russo para um concerto de Ano Novo em uma base militar russa na Síria. Ainda não se sabe a causa do acidente.

Putin, em declarações veiculadas pela televisão russa, anunciou que haverá um dia de luto na segunda-feira. Ele disse que o governo realizará uma investigação abrangente dos motivos da queda e que fará de tudo para apoiar as famílias das vítimas.

Sem sobreviventes

O Ministério da Defesa russo afirmou que as equipes de resgate não veem sinal de nenhum sobrevivente na área do Mar Negro onde caiu um avião do país. O major-general Igor Konashenkov disse que “nenhum sobrevivente é visto” na área, que fica cerca de 1,5 quilômetro distante da costa.

O avião de passageiros Tu-154 tinha 92 pessoas a bordo e caiu minutos após decolar da cidade de Sochi. A aeronave pertence ao Ministério da Defesa russo e a causa do acidente ainda não está clara. Equipes de resgate já retiraram vários corpos e dezenas de embarcações, drones e mergulhadores trabalham para resgatar mais mortos. Fonte: Associated Press.

Fonte: Associated Press.