O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Paul Ryan, afirmou nesta quarta-feira que o Congresso não precisa escolher entre paralisar o governo e a segurança na fronteira, incluindo o muro que o presidente Donald Trump deseja construir.

Na noite de quarta-feira, Trump ameaçou paralisar o governo caso os congressistas não aprovem um financiamento ao muro na fronteira com o México. Para Ryan, não será necessário uma paralisação nos gastos federais. “Muitas pessoas não desejam um ‘fechamento’ do governo”, disse.

Ryan também defendeu o muro na fronteira com o México que Trump deseja construir. “Concordamos com Trump que o muro ao longo da fronteira sul é necessário em alguns lugares”, disse. Ele também falou a favor da reforma tributária e disse que “estamos unidos e determinados” para a aprovação da matéria na Câmara dos Representantes.

Falando a repórteres em Oregon, na fábrica da Intel, Ryan comentou que a Câmara já aprovou um financiamento para o muro antes do período de recesso.