A Estátua da Liberdade, fechada desde a passagem da tempestade Sandy, foi reaberta ao público neste 4 de julho, dia em que os Estados Unidos comemoram sua independência com fogos de artifício e churrascos.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, e outras autoridades participaram da cerimônia de corte da fita nesta quinta-feira, que marcou a reabertura do ponto turístico.

Algumas reformas ainda estão em andamento, mas a maior parte do trabalho já foi concluída. A estátua não foi afetada pela tempestade, mas a ilha onde ela está instalada, sim. Ficaram destruídos sistemas elétricos, encanamentos de esgoto e caldeiras.

 

A cidade de Boston se prepara para sua primeira grande reunião de pessoas nas ruas desde o ataque à maratona, que matou três pessoas e deixou centenas de feridos. Filadélfia, a capital Washington e New Orleans planejaram grandes concertos.

 

Em Washington, milhares de pessoas devem se reunir no National Mall, para assistir a uma apresentação com fogos de artifício de 17 minutos, ao som de Barry Manilow, Neil Diamond e John Williams.

New Orleans realiza o festival Essence Music ao longo do bairro francês e a Filadélfia fará o que chamou de “maior concerto gratuito na América”, com John Mayer, Neo e Hunter Hayes. Fonte: Associated Press.