As autoridades egípcias reforçaram hoje a segurança no entorno da catedral copta do Cairo, horas antes da celebração de Natal, comemorado pelos adeptos dessa seita cristã no dia 7 de janeiro. As forças de segurança usam cachorros treinados na procura por explosivos, detectores de metal e numerosos agentes armados. A intenção é evitar outro ataque suicida como o do ano-novo, que matou 21 pessoas em Alexandria.

A rede terrorista Al-Qaeda havia ameaçado atacar os cristãos no Iraque e no Egito, nas semanas anteriores às festividades de Natal dos coptas. Páginas islamitas na internet têm publicado listas com endereços de igrejas no Egito, com a intenção de facilitar e fomentar esses ataques.

A polícia egípcia proibiu o estacionamento de veículos nas proximidades da catedral copta e examina os documentos de identidade em todos os pontos de acesso, além de impedir a passagem de pessoas com bolsas e pacotes. As informações são da Associated Press.